Justiça Federal determina ida de Costa à CPI

Publicado em 15/09/2014 Editoria: Geral

A Justiça Federal determinou, nesta segunda-feira, que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa se apresente, na próxima quarta-feira (17), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista que investiga denúncias de irregularidades na estatal.

Na decisão, o juiz federal responsável pelo processo da Operação Lava Jato, Sérgio Moro, determinou que a Polícia Federal (PF) tome as providências necessárias para a transferência de Costa à Brasília.

Na última sexta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki liberou os parlamentares que compõem a CPI a convocar o ex-diretor da estatal. Na sua decisão, porém, o magistrado lembrou que Costa poderá se reservar ao direito constitucional de permanecer em silêncio.

Uma das possibilidades avaliadas pelos parlamentares da CPI é a de um depoimento a portas fechadas.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)