Prova do MEC comprova o crescente desempenho dos alunos da rede municipal de Macaé

Publicado em 04/07/2020 Editoria: Educação

A qualidade na Educação em Macaé caminha a passos largos para o futuro e mostra como a rede pública municipal tem sido vencedora. Prova disto é o resultado preliminar do desempenho dos alunos de cada escola divulgado pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB, antiga Prova Brasil até 2017) do Ministério da Educação. Foram avaliados 4.850 alunos da rede municipal de Macaé cujos resultados comporão o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de cada escola e da rede juntamente com as taxas de aprovação dos últimos dois anos (2018 e 2019).

As provas do SAEB são aplicadas em todo o país por avaliadores externos sob supervisão e acompanhamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep/MEC). Em Macaé, foram avaliados 2.800 alunos de 5º ano; 1.900 de 9º ano; e 150 da 3ª série do Ensino Médio. Com base nesses resultados, a Coordenadoria de Avaliação Institucional da Secretaria Municipal de Educação fez a análise de desempenho de cada escola da rede, mantida pela Prefeitura de Macaé, e, apesar de preliminares, os dados mostram avanço no desempenho dos alunos em 2019 quando comparados com os anos anteriores.

A análise da Secretaria de Educação registra que, nos anos iniciais os ganhos acumulados de 2015 a 2019 no desempenho dos alunos avançaram 26 pontos em Língua Portuguesa e também 26 pontos em Matemática. Nos anos finais os dados acumulados no mesmo período mostram um avanço de 34 pontos e de 32 pontos, respectivamente. As informações foram passadas pela responsável pela Coordenadoria, Larissa Tavares.

“Vale lembrar que cada série escolar acrescenta aproximadamente 15 pontos nas notas dos alunos nas séries iniciais. Isso significa dizer que os alunos de 2019 demonstraram ter estudado quase dois anos a mais que os alunos de 2015”, explicou a coordenadora.

As avaliações do MEC ocorrem em nível nacional a cada dois anos e proporcionam ao Inep realizar um diagnóstico da educação básica brasileira em cada escola e em cada rede de ensino e de fatores que podem interferir no desempenho do estudante. Os dados permitem que os municípios façam a avaliação da sua rede de ensino. A partir de 2019, a avaliação contempla também a educação infantil, ao lado do ensino fundamental e do ensino médio.

Mais avanços

As taxas de aprovação na rede pública municipal de Macaé também vêm subindo a cada ano. Ainda com base na análise da Coordenadoria, nos anos Iniciais, os dados mostram que em 2005 a taxa de aprovação era de 85% enquanto que em 2019 o índice de aprovação foi de 92%. O mesmo se deu com as taxas de aprovação dos Anos Finais quando em 2005 a aprovação era de 73% enquanto que em 2019 a taxa foi de 85%.

“Os passos sólidos que Macaé tem dado na construção da melhoria contínua da qualidade da educação municipal possivelmente estão relacionados ao conjunto de intervenções realizadas pela Secretaria de Educação, e especialmente, pelos esforços das Equipes Gestoras de cada unidade escolar juntamente com professores, técnicos e equipes de apoio que integram a Rede Municipal de Ensino de Macaé”, disse Larissa Tavares destacando o trabalho da equipe que trabalha com ela, com empenho e dedicação, composta por Chyntia Freire, Roberto Fernandes, Erani Viana e Guida Silveira.

› FONTE: Secom Macaé