Bolsa Escola: contemplados cumprem etapa de apresentação de documentos

Publicado em 14/08/2019 Editoria: Educação

Prossegue até quinta-feira (15), o prazo para dar entrada no processo de pagamento dos beneficiários do programa BolsaEscola. Os responsáveis pelos alunos contemplados, até daqueles que foram beneficiados na primeira etapa, devem comparecer das 9h às 16h, na sala 301, que funciona no terceiro andar da sede da Secretaria de Educação - Rua Vereador Djalma Sales Pessanha, 591, Novo Botafogo.

O programa prevê o pagamento do benefício de R$ 600,00. Em contrapartida, eles farão atividades pedagógicas nas escolas, em apoio a alunos com dificuldades, durante oito horas semanais. A Prefeitura irá entregar os certificados aos beneficiados dia 20, as 18h, no auditório da Cidade Universitária.

Para receber a bolsa, os contemplados da lista da segunda etapa deverão apresentar os seguintes documentos; cópia do CPF; cópia do cartão ou extrato de conta bancária em nome do aluno. Aqueles que não comparecerem, automaticamente perderão a oportunidade e a Educação irá divulgar a listagem dos suplentes.

A concessão é para cem alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental, que tiveram as melhores notas referente às disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Inglês, Artes e Educação Física.

O programa conseguiu estreitar a amizade entre estudantes e, também,  evidenciar a atuação dos alunos contemplados na primeira etapa, que conseguiram tirar boas notas e serem contemplados nesta segunda fase. Como exemplos, estão Jhovana Tavares Martins e Mell Magnólia Pires Malta, que atuaram como monitoras e ajudaram estudantes do 6º ano do Colégio Municipal Engenho da Praia, como a amiga Gabrielle Brandão de Oliveira, que conseguiu ser beneficiada nesta segunda etapa com a ajuda das duas colegas.

As jovens Jhovana e Mell se orgulham da conquista de Gabrielle Brandão de Oliveira, e admitem que se surpreenderam em estar nesta segunda lista. Assim como elas, cerca de 50 estudantes já beneficiados conseguiram ser contemplados nesta segunda etapa.

"Estamos muito felizes. Quando vi nosso nome, me emocionei, nem acreditei! Sabia que tinha muita gente esforçada estudando muito neste bimestre. Mas, conseguimos. Agradeço a minha família, professores e amigos, em especial a Mell", conta Jhovana.

Já  a aluna, Mell Magnólia não escondeu a emoção e satisfação em poder receber mais uma vez a bolsa.
"Quando ganhei o benefício fiz questão de ajudar minha família e comprar um celular pra mim. Agora vou guardar para fazer uma poupança e juntar dinheiro para realizar um curso preparatório para as Forças Armadas", comenta.

Estudiosas e muito unidas,  Jhovana e Mell confirmam que vão continuar estudando juntas, pois as mesmas compartilham de gostos semelhantes e objetivos comuns. "Queremos fazer bonito em outras etapas. Gostamos muito de estudar Matemática e História, e a intenção é continuar tirando boas notas para nos prepararmos para o Ensino Médio e, quem sabe, para outra etapa do programa", revelaram.

Orgulhoso, o secretário de Educação, Guto Garcia, pontuou que o "Bolsa Escola" é um projeto pioneiro no estado e uma conquista positiva para as 106 escolas municipais. "Estamos conseguindo destacar alunos com melhores notas, contribuir com o processo de ensino e ajudando a elevar a qualidade de vida dos estudantes beneficiados, que estão cada vez mais empenhados nos estudos. A prova é que mais de 50 alunos conseguiram continuar com boas notas, que levarão ao recebimento nesta segunda fase", ressalta.

Critérios

A concessão da bolsa também considerou os critérios de desempate: maior nota obtida em Língua Portuguesa, maior nota em Matemática, maior percentual de frequência total do aluno no bimestre e aluno mais velho.

A  Secretaria Municipal Adjunta de Educação Básica divulgará, ao término do bimestre escolar, o nome dos alunos que serão contemplados e suas respectivas escolas. Também será disponibilizada listagem de classificação e reclassificação, em ordem decrescente.

O quantitativo distribuído proporcionalmente ao número de alunos matriculados no segundo segmento do Ensino Fundamental em cada unidade municipal, tem como referência o censo escolar do ano anterior. Além disso, a quantidade pode ser alterada conforme ampliação do número de matrículas na rede municipal e/ou disponibilidade de recursos.
A documentação necessária aos procedimentos para pagamento da Bolsa Escola está prevista na Instrução Normativa 001/2019.

A Bolsa Escola, prevista no decreto trata da Lei 4.529/2018, está diretamente relacionada ao desempenho pedagógico do aluno e, portanto, poderá se repetir a cada bimestre letivo para o estudante ou ser concedida a outro, que atender as exigências. 

› FONTE: Secom Macaé