Prosseguem inscrições para encontro das classes hospitalares

Publicado em 30/07/2019 Editoria: Saúde
O cadastro está sendo feito no endereço http://sistemas.macae.rj.gov.br:84/encontrohospitalar

O cadastro está sendo feito no endereço http://sistemas.macae.rj.gov.br:84/encontrohospitalar

Prosseguem até o dia 12 de agosto as inscrições para o 1º Encontro Intermunicipal das Classes Hospitalares e Atendimento Pedagógico Domiciliar. O cadastro está sendo feito no endereço http://sistemas.macae.rj.gov.br:84/encontrohospitalar/.São oferecidas 200 vagas. Podem participar profissionais que atuam nas redes de educação e saúde, além de estudantes das áreas. A programação, que terá como tema "Vivenciando a escola e ambiente hospitalar e domiciliar", vai acontecer no dia 13 de agosto, no auditório Cláudio Ulpiano, da Cidade Universitária, das 8h às 17h.

Estão sendo esperados representantes dos municípios que contam com a classe hospitalar ou desejam implementar a iniciativa. São eles: Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Búzios, Rio das Ostras, Saquarema, Araruama, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Casimiro de Abreu, Rio Bonito e Silva Jardim.

O encontro contará com apresentações culturais, troca de experiências e palestras. O objetivo é repassar a importância do aprendizado no hospital com o funcionamento das classes hospitalares, além do atendimento pedagógico domiciliar. O foco é a importância do desenvolvimento do processo de ensino durante o período em que os estudantes estão hospitalizados.

No município, a classe hospitalar recebe, por mês, em média 25 alunos a partir de 12 anos que estão internados no Hospital Público de Macaé (HPM). O objetivo é oferecer continuidade aos estudos e melhorar a adaptação dos pacientes hospitalizados. O trabalho consiste no suporte e acompanhamento pedagógico específico para os alunos, atrelado às atividades desenvolvidas nas escolas. A iniciativa é desenvolvida conforme a patologia do estudante, abrange trabalhos lúdicos e desenvolvimento de jogos pedagógicos. Todo o trabalho é conduzido por quatro professores (três nas pediatrias e um no atendimento domiciliar).

Programação aborda recuperação do aluno após internação

A abertura será a partir das 9h e contará com as presenças das coordenadoras da Classe Hospitalar, Lisiany Braga, Educação Social, Viviane Rocha, Superintendente de Educação Integrada, Janaina Azevedo e a Secretária Adjunta de Educação Básica, Leila Clemente.

A programação conta com apresentações do coral da Escola Municipal de Artes, Orquestra da Emart e dos integrantes do projeto "Rir pra não chorar".

O primeiro tema debatido no turno da manhã será "Fatores primordiais e decisivos para recuperação do aluno/paciente após trauma da internação", com a  psicóloga Érica Maia, que atua na rede municipal de ensino. Em seguida, o enfermeiro da Pediatria do HPM, Magnus Dantas, que atua como professor da Universidade Estácio de Sá, abordará o assunto "A importância do atendimento educacional durante o período de internação e recuperação do aluno/paciente".

Já no turno da tarde, a temática apresentada será "Cuidados e prevenção de doenças no ambiente escolar", pela professora doutora Ana Cláudia Moreira Monteiro. Ainda no decorrer da tarde, outra abordagem será "Risoterapia na recuperação da saúde", com a teóloga, coach em saúde e liderança, psicóloga e idealizadora do Projeto Rir para não chorar, Jandiara Ritzmann.

A Cidade Universitária funciona à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.

› FONTE: Secom Macaé