Classe Hospitalar promove festa julina

Publicado em 11/07/2019 Editoria: Geral
O trabalho consiste no suporte e acompanhamento pedagógico específico para os alunos atrelado às atividades desenvolvidas nas escolas

O trabalho consiste no suporte e acompanhamento pedagógico específico para os alunos atrelado às atividades desenvolvidas nas escolas

A quinta-feira (11) foi diferente para os pacientes das pediatrias do Hospital Público de Macaé (HPM), atendidos pela Classe Hospitalar. Eles participaram de uma festa julina especial junto com os pais e responsáveis. Estiveram presentes representantes da classe e integrantes da equipe médica do hospital. A Classe Hospitalar tem como objetivo oferecer continuidade aos estudos e melhorar a adaptação dos pacientes hospitalizados. O trabalho consiste no suporte e acompanhamento pedagógico específico para os alunos atrelado às atividades desenvolvidas nas escolas.

A festa contou com brincadeiras como bingo, pescaria e uma mesa recheada de quitutes. Mesmo hospitalizados, a programação foi marcada por sorrisos e brilho no olhar da garotada. Entre eles estava Adrian Félix. Acompanhado pela mãe Nilce Félix, o menino que está se recuperando de bronquite asmática, colocou chapéu e até dançou. "Estou feliz em ver meu filho animado. A classe hospitalar está de parabéns. Foi um momento que conseguimos até esquecer que estamos em um hospital", conta Nilce.

Da mesma opinião é Manoela Oliveira.  A tia do pequeno João Pedro Brito,  comenta que a festa foi uma oportunidade de distrair o sobrinho, que se encontra hospitalizado. "Ele brincou no balanço e na pescaria. Momentos assim são valiosos, pois ficamos muito tensos no hospital", diz.

A coordenadora da Classe Hospitalar, Lisiany Braga, destaca que programações como estas fazem parte do projeto pedagógico da classe. "A festa julina atendeu nossas expectativas. Agradecemos a todos que participaram, principalmente aos médicos que doaram presentes para o bingo. Realizamos integração e até mesmo palestras de orientação com os pais, além de dinâmicas especiais com as crianças que estão internadas", pontua.

Atendimento domiciliar

Já os alunos que receberam alta hospitalar, mas ainda não têm condições de voltar à escola contam com Atendimento Pedagógico Domiciliar. O objetivo é reforçar o vínculo e reintegração à escola e oferecer atendimento aos  impossibilitados de frequentar o espaço escolar, temporariamente.

Encontro

Estão abertas as inscrições para o 1º Encontro Intermunicipal das Classes Hospitalares e Atendimento Pedagógico Domiciliar. O cadastro pode ser feito pelo endereço http://sistemas.macae.rj.gov.br:84/encontrohospitalar/ até o dia 12 de agosto. Estão sendo oferecidas 200 vagas. A programação vai acontecer no dia 13 de agosto, no auditório Claúdio Ulpiano, da Cidade Universitária, das 8h às 17h. Podem se cadastrar profissionais que atuam nas redes de educação e saúde, além de estudantes das áreas.

› FONTE: Secom Macaé