Psicólogos e assistentes sociais debatem método de desenvolvimento infantil

Publicado em 07/04/2019 Editoria: Educação

As práticas desenvolvidas pela Abordagem Pikler foram apresentadas nesta sexta-feira (5/4), na Escola de Administra Judiciária (Esaj), no workshop “Relação entre adultos e crianças no contexto institucional sob a perspectiva da Abordagem Pikler”, ministrado pelas psicólogas do Poder Judiciário Aline Diniz e Eliana Olinda Alves. O evento contou com a participação de psicólogos e assistentes sociais das Varas de Infância e de Família da Capital, entidades de acolhimento e ONGs da rede de proteção à criança e ao adolescente.

Desenvolvido pela pediatra húngara Emmi Pikler, que criou o Instituto Pikler/Lóczy, em 1946, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Abordagem Pikler trabalha com um conjunto de ideias para a educação de bebês e crianças de até 3 anos. O método estimula as primeiras fases do desenvolvimento infantil através de atividades que incentivam a independência do bebê.

Durante o workshop também foram exibidos vídeos e um documentário apresentando o método para melhor entendimento da importância dos cuidados adequados para o desenvolvimento psíquico e afetivo na primeira infância.

O workshop fez parte das atividades do plano de ação da Comissão de Valorização da 1ª Infância do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ).

› FONTE: Procuradoria Geral do Estado - PGE