Orquídea exótica é encontrada no Parque Restinga do Barreto

Publicado em 11/09/2018 Editoria: Meio Ambiente
Trata-se da espécie Oeceoclades maculata, única do gênero Oeceoclades que ocorre nas Américas

Trata-se da espécie Oeceoclades maculata, única do gênero Oeceoclades que ocorre nas Américas

Uma orquídea exótica foi encontrada no Parque Restinga do Barreto no início deste mês. Trata-se da espécie Oeceoclades maculata, única do gênero Oeceoclades que ocorre nas Américas, de origem africana e que se autofecunda.

O coordenador do parque, o biólogo Henrique Abrahão Charles, explica que avistou a planta e solicitou que botânicos analisassem a espécie para confirmar sua identificação e se realmente se tratava de uma orquídea rara. "As flores dela duram pouco tempo e diferente das outras orquídeas que são epífitas, ou seja, nascem em cima das árvores, elas são terrestres e muito resistentes", explicou.

Ele acrescentou que a intenção dos técnicos do parque é um possível manejo da espécie para a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para análise. 

Parque da Restinga do Barreto duplicará tamanho das trilhas - O Parque Natural da Restinga duplicará o tamanho das trilhas com a inauguração da casa na árvore. O espaço permitirá que os visitantes conheçam a floresta de restinga que existe dentro do centro urbano de Macaé. A inauguração será nesta quinta-feira (13), às 10h, vamos inaugurar a casa na árvore.

A restinga do Barreto é um ecossistema costeiro caracterizado por um terreno arenoso, criado pela sedimentação de rios e depósitos marítimos ao longo dos milhares de anos, com forte influência do vento, do sal, do sol e das mudanças das marés. A área possui vegetação típica, com plantas muito resistentes às variações de temperatura e aridez do solo (como os cactos, as bromélias e as pitangas). Esta vegetação, capaz de preservar as dunas, é fundamental para conter o avanço do mar e preservar a exuberante fauna local.

› FONTE: Secom Macaé