Plantio de mudas nativas prossegue na Avenida Amaral Peixoto

Publicado em 09/08/2018 Editoria: Meio Ambiente
Somente este ano, outras 700 mudas foram plantadas

Somente este ano, outras 700 mudas foram plantadas

A Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade prossegue com ações de plantio de mudas de espécies nativas no município. Nesta quinta-feira (9), a ação foi realizada no canteiro central da Avenida Amaral Peixoto, próximo à Cancela Preta. O trabalho vem sendo realizado desde os bairros Novo Cavaleiros e Glória. Ao todo já foram plantadas cerca de 130 plantas no trecho. O objetivo é contribuir para a qualidade ambiental dentro da área urbana.

As espécies escolhidas para serem plantadas no canteiro central, principalmente as verticalizadas, têm características específicas para não entrar em conflito com o tráfego de veículos. "No local o fluxo de carros é grande e, por isso, escolhemos a Pau Mulato, Mirindiba, Ipês Roxo e Aldrago. Buscamos proporcionar o embelezamento cênico, além de contribuir para a ampliação de áreas verdes no município, o que traz grandes benefícios para todo o meio ambiente", explicou  Alessandra Veloso,  coordenadora de Arborização e Paisagismo, da Secretaria de Ambiente.

Segundo a coordenadora, existe previsão ainda de realizar o plantio de 130 espécies de mudas variadas no canal Macaé-Campos. O trabalho de arborização já foi realizada na Avenida Evaldo Costa, durante a programação da Semana do Meio Ambiente, no mês de junho. Na oportunidade, foram plantadas 360 mudas de espécies nativas, entre elas, a  Pau Formiga, Pau Mulato e Lanterneira.

O secretário de Ambiente e Sustentabilidade, Gerson Martins, destacou que a iniciativa é uma política pública ambiental. "O objetivo é trazer o verde natural para a área urbana integrando urbanização e meio ambiente, além de propiciar uma melhor qualidade de vida para os moradores", ressaltou.

Somente este ano, outras 700 mudas foram plantadas em locais como a Avenida Industrial, Linha Vermelha, Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) e Avenida Aloísio da Silva Gomes.

› FONTE: SECOM