Vigilância Sanitária do RJ apreende galões de água contaminados com Hepatite A

Publicado em 12/01/2018 Editoria: Geral

Fiscais da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro interditaram ontem (11) um depósito de bebidas e um restaurante localizados na Avenida Presidente João Goulart, no morro do Vidigal, zona sul do Rio. No local foram apreendidos 169 galões de água, com 20 litros cada, devido à comprovação de contaminação da água comercializada por vírus da Hepatite A, após exames realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O depósito Adriano Firmino da Silva e o o restaurante Bar do Salles foram interditados por falta de licenciamento sanitário e alvará de funcionamento. Além desses dois endereços, foi detectada contaminação da água em um chuveiro da praia do Sheraton Hotel, na Avenida Niemeyer, que fica bem abaixo do morro.

A prefeitura do Rio informou que uma análise de água coletada no Vidigal constatou três pontos contaminados com o vírus da hepatite A e determinou o fechamento desses locais. A Secretaria Municipal de Saúde informou que já foram notificadas 92 suspeitas de hepatite A no bairro, com a confirmação de 75 casos, o que já configura um surto localizado da doença.

Prevenção

Os moradores devem manter medidas preventivas como lavar as mãos e só utilizar água fervida ou filtrada para beber e preparar alimentos. Os reservatórios de água, filtros e garrafas devem ser higienizados com hipoclorito de sódio, que a prefeitura e a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) distribuem na comunidade.

A Hepatitite A é doença infecciosa aguda causada por um vírus que entra no organismo por meio do aparelho digestivo e multiplica-se no fígado, causando inflamação. Náuseas, febre, falta de apetite, fadiga, diarreia e icterícia são alguns dos sintomas mais comuns .

› FONTE: Agência Brasil