TRE-RJ nega direito de resposta a Garotinho

Publicado em 20/03/2014 Editoria: Política

O desembargador Wagner Cinelli de Paula Freitas, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, negou pedido de direito de resposta do deputado federal Anthony Garotinho à Editora Globo S/A, por suposta propaganda negativa. O deputado argumentou que uma reportagem publicada na revista Época na semana de 10 a 16 de fevereiro teria conteúdo ofensivo a sua honra, além de tecer elogios ao Governo do Estado. O desembargador Cinelli lembrou que o direito de resposta é assegurado pela legislação "desde que haja candidato escolhido em convenção do partido", o que só ocorrerá a partir de 10 de junho. O magistrado julgou extinto o processo, sem exame do mérito.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)