Nova Vida prepara jovem para mercado de trabalho

Publicado em 18/04/2017 Editoria: Geral
O projeto ainda contribui para a valorização do estudo, pois para ingressar no Nova Vida é preciso estar apto na escola e ter frequência

O projeto ainda contribui para a valorização do estudo, pois para ingressar no Nova Vida é preciso estar apto na escola e ter frequência

Parceria entre o Nova Vida e o Centro Integrado Empresa Escola (CIEE) possibilita que até o início de julho os cerca de 150 componentes do programa da Prefeitura de Macaé absorvam conteúdos que os preparem para a inserção no mercado de trabalho. Os jovens, divididos em turmas, aprendem durante três horas de cada segunda-feira, assuntos como marketing pessoal, elaboração do currículo e, especificamente, como se deve comportar numa entrevista de emprego.

Para a analista pedagógica do CIEE, Andréa Abud, estas aulas, que compõem o Programa Desenvolvendo Pessoas, têm o objetivo de que os jovens, ao saírem do Nova Vida, tenham facilidade de ingresso no mundo do trabalho. A parceria entre as duas instituições já dura quatro anos e nesta segunda-feira (17), o curso tratou temas como "Inteligências Múltiplas".

Andréa Abud destacou que cada pessoa tem uma habilidade em alguma esfera da vida que deve ser trabalhada num processo vocacional, por isso, a importância de se desmistificar rótulos em quem não consegue êxito imediato.

Já o coordenador do Programa Nova Vida, o pedagogo Douglas Fontes, disse que essa parceria é muito construtiva, pois prepara o jovem para o futuro. "Muitos já estão empregados", garante. É que, entre outras providências, deixam cadastro no CIEE.

Orientações para a vida profissional
De acordo com a jovem Isla de Brito, de 15 anos, que trabalha pelo Nova Vida na Procuradoria da prefeitura, as aulas do Programa Desenvolvendo Pessoas do CIEE ensinam o público-alvo a saber o que fazer e o que não fazer em ações de trabalho. "Avaliamos a diferença entre ética (aquilo que sabemos que devemos fazer) e moral (quando ajudamos o próximo)", citou.

Já Victor de Souza, de 14 anos, que atua no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), da Barra de Macaé, destacou que o curso é muito interessante e tem a meta de preparar os jovens para o mercado de trabalho. "Inclusive, as aulas tratam de nossa vocação profissional", pontua.

Anderson Azevedo, de 15 anos, que trabalha no Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC), disse que o curso tira os membros do programa do dia a dia para capacitá-los, a fim de conseguirem ter meios de assimilar as próximas oportunidades de trabalho.

Programa Nova Vida
O Nova Vida é um programa municipal que funciona há 24 anos em Macaé. Os adolescentes, de idades entre os 14 anos e 18 anos incompletos, passam um período do dia trabalhando numa secretaria municipal e no outro turno são estudantes.

Eles recebem meio salário mínimo. Esta é uma oportunidade de aprender a trabalhar, sendo assim incluídos socialmente. Os adolescentes são integrantes de famílias em vulnerabilidade social e o dinheiro no fim do mês representa uma ajuda aos pais e responsáveis, que arcam com a despesa da casa.

O projeto ainda contribui para a valorização do estudo, pois para ingressar no Nova Vida é preciso estar apto na escola e ter frequência escolar satisfatória. Muitos adolescentes que hoje estão no programa são encaminhados pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, na Fronteira, ou pelo Conselho Tutelar. Inclusive, meninos e meninas da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) também são recebidos no Nova Vida.

O Programa Nova Vida é gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade da Prefeitura de Macaé.

› FONTE: SECOM