Diversidade: palco em Costazul traz samba, rock, pop e MPB

Publicado em 28/02/2014 Editoria: Cultura

Área de eventos vai receber CPM 22, Paralamas do Sucesso, Eduardo Dussek e Diogo Nogueira

Já pensou passar o carnaval com um misto de samba, rock, pop e MPB? Esse será o clima de quem for a Área de Eventos em Costazul nos dias de folia. Pelo local vão passar grandes nomes da música. Este é o segundo ano que a prefeitura aposta nas bandas fora do circuito axé neste palco,
que atraiu no ano passado milhares de pessoas. Em 2013, artistas como Luiz Melodia, Paulinho da Viola, Léo Jaime e Baile do Sinomal levantaram a galera.

Em 2014, quem abre a folia de outros ritmos é CPM 22. O grupo que não tinha a pretensão de ganhar dinheiro começou a carreira em 1995 e toca um som tido como hardcore melódico. Eles já abriram shows de bandas internacionais como Lagwagon, No Fun At All e Down By Law. Em 2001, assinou contrato pelo selo da Arsenal Music com a gravadora Abril Music, gravando o álbum CPM 22, já com traços pop no seu estilo musical. Em 2013, gravou o primeiro acústico da banda, em São Paulo. O single “Perdas”, lançado no dia 19 de Setembro de 2013 nas rádios, foi uma das músicas mais tocadas nas rádios do Brasil.

No domingo, dia dois, é a vez de Os Paralamas do Sucesso. O grupo formado por Herbert Vianna (guitarra e vocal), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria) se juntou nos anos 70. No início a banda misturava rock com reggae, depois, passaram a agregar instrumentos de sopro e ritmos latinos. Em Rio das Ostras, eles vão tocar os grandes hits da carreira.

A animação de Eduardo Dussek vai contagiar quem for a Área de Eventos na segunda-feira, dia três. As letras das músicas aliam sátira e bom humor. O sucesso em sua carreira veio em 1982, quando começou a se misturar com o estilo pop-rock, no LP “Cantando no Banheiro!, com “Barrados no Baile” , “Cabelos Negros” e “Rock da Cachorra”. Nos últimos anos emplacou sucessos como “Gula”, “Tamanho Não É Documento”, “Aventura” (da novela Ti-Ti-Ti) e “Me Segura” (da novela Fina Estampa).

Para quem não dispensa um bom samba, nem mesmo em época de folia, a terça-feira, dia quatro, será com Diogo Nogueira. O sambista tem feito algumas apresentações na região e voltará para cantar os grandes sucessos. Filho de João Nogueira, ele se acostumou desde cedo a ser embalado por choros e sambas. Diego já registra a marca de 500 mil discos vendidos. Não deverão ficar de fora do repertório os hits “Desejo me chama” e “Quem vai chorar sou eu”. Os shows estão marcados para começar sempre a partir das 23h30.

› FONTE: Macať News (www.macaenews.com.br)