Formação profissional ganha espaço no fórum de desenvolvimento

Publicado em 11/02/2014 Editoria: Educação

A criação de uma nova Câmara Setorial foi anunciada durante a primeira reunião de 2014 do Fórum Permanente de Desenvolvimento Estratégico do Estado, realizada nesta terça-feira (11/02). O  novo grupo irá tratar de assuntos ligados à formação profissional e educação tecnológica, com foco no desenvolvimento do ensino técnico no Ensino Médio, para suprir uma demanda por mão de obra especializada existente no estado do Rio.

"A ideia da criação desta câmara setorial se deu com a percepção de que um dos principais gargalos para o desenvolvimento do Rio de Janeiro é a falta de profissionais especializados. Serão parceiros a Secretaria de Estado de Educação, a Fundação Cesgranrio e instituições de ensino técnico como o Senai", explicou a secretária-geral do Fórum, Geiza Rocha, que também definiu os principais temas a serem tratados na agenda do Fórum em 2014: compras públicas, agricultura sustentável, o lançamento do Caderno de Cultura do Estado do Rio, desenvolvido pela Uerj, políticas públicas de incentivo ao uso de energia alternativa e mobilidade urbana.

Este último tema já tem um evento marcado para o mês de abril, em parceria com o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP). Ele vai tratar do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Presente ao evento, o gerente de Políticas Públicas do ITDP, Pedro Henrique Torres, lembrou que os municípios que não prepararem seus planos de mobilidade urbana até abril de 2015 não receberão mais investimentos federais para o desenvolvimento desse setor. "O trabalho do instituto é conciliar o desenvolvimento urbano com os planos de mobilidade, não apenas pensando no transporte em si, mas também na organização e distribuição da cidade como um todo", explicou. A próxima reunião do Fórum será na sexta-feira (14/02), e tratará sobre o ciclo de vida dos produtos e normatização para produtos considerados sustentáveis.

› FONTE: ALERJ