Projeto de Arborização Urbana desenvolvido pelo Meio Ambiente em São João da Barra

Publicado em 27/02/2015 Editoria: Meio Ambiente

Espécies frutíferas e não frutíferas são plantadas em praças da cidade de São João da Barra

A prefeitura de São João da Barra deu início, por meio da secretaria de Meio Ambiente, ao Projeto de Arborização Urbana do município. A princípio 42 mudas, cultivadas no Viveiro Municipal Jonas Pereira Francisco, serão distribuídas em 11 praças na sede do município. O projeto tem como objetivo melhorar o microclima e preservar o meio ambiente e a flora nativa.

As praças de Santo Antônio, São Benedito, Boa Morte, São Pedro, Nossa Senhora Aparecida, além dos espaços públicos dos bairros da Chatuba, Água Santa, Nova São João da Barra e das imediações da Estação das Artes, do Centro de Emergência e do Cemitério Municipal, irão receber espécies frutíferas e não frutíferas, como Oiti, São João, Jambo, Manga, Araçá, Farinha Seca e Pata de Vaca.

As espécies plantadas têm idade média de um ano e meio e são de porte médio a grande. Elas deverão levar de 6 a 8 anos para chegar à fase adulta, pois têm o crescimento mais acelerado que outras espécies. Algumas espécies nativas também foram selecionadas para a manutenção da preservação da flora.

De acordo com Jorge Assumpção, subsecretario de Meio Ambiente, o projeto se estenderá aos outros distritos do município e não só às praças, mas também às calçadas e canteiros.

-O Projeto de Arborização do município, irá fornecer sombra, fruto, melhorar o microclima, além de contribuir com a preservação do meio ambiente. Também será feita a substituição de árvores mortas, disse Jorge Assumpção.

Viveiro Municipal - O Viveiro Municipal Jonas Pereira Francisco existe há quatro anos no Espaço da Ciência Maria de Lourdes Coelho da Anunciação, em Atafona, e conta com duas estufas que reduzem os raios solares, uma em 50% e outra em 70%, atendendo as necessidades de cada tipo de planta. As mais de 20 espécies cultivadas estão entre as categorias de nativas, medicinais e frutíferas. Cerca de cinco mil mudas são doadas anualmente. Para adquirir uma muda o interessado deve se dirigir ao local e se cadastrar. O serviço é totalmente gratuito.

 

Secom SJB

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)