Macaé News
Cotação
RSS

Faxina total: Verão Limpo começará pela Ilha do Francês

Publicado em 05/12/2014 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


Simples ação de recolher o próprio lixo das margens dos recursos hídricos e descartálo em local adequado ajuda a reduzir as consequências diretas da presença de resíduos em ambientes marinhos e costeiros

Simples ação de recolher o próprio lixo das margens dos recursos hídricos e descartálo em local adequado ajuda a reduzir as consequências diretas da presença de resíduos em ambientes marinhos e costeiros

A estação mais quente do ano é um convite para moradores de Macaé e turistas. Repleta de praias, cachoeiras e la­goa lotadas, os espaços são atraídos, anualmente, por centenas de pessoas. Entre­tanto, durante o descanso e o entretenimento, poucos são os que se lembram dos cuidados necessários com o ambiente. Pets, descartá­veis, latinhas e sacolas plás­ticas passam a fazer parte do cenário, comprometendo a beleza das paisagens, os ma­nanciais hídricos e ainda di­versas espécies de vegetação.

Para minimizar esse tipo de poluição, a prefeitura lan­ça, no sábado, dia 6, o pro­jeto Verão Limpo. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância das pe­quenas atitudes de proteção à natureza. A simples ação de recolher o próprio lixo das margens dos recurso hídricos e descartá-lo em lo­cal adequado ajuda a reduzir as consequências diretas da presença de resíduos em am­bientes marinhos e costeiros.

Para mobilizar a popu­lação para isso, foi criado o projeto Verão Limpo, reali­zado por meio da parceria entre a secretaria Municipal de Ambiente (Sema), a se­cretaria de Limpeza Públi­ca, a Guarda Ambiental e a Fesportur, com o apoio da iniciativa privada, dos Esco­teiros, de organizações civis ambientalistas e da Marinha do Brasil.

A primeira ação será na Ilha do Francês, que integra o Arquipélago de Sant’Anna - a 8 km da Costa. Voluntários também poderão participar da expedição. A previsão dos organizadores é que de 50 a 70 pessoas - em, no mínimo, oito embarcações - participem da coleta dos resíduos da ilha. O ponto de encontro para a retirada de crachás é o Iate Clube Macaé, às 8h. O retorno está previsto para as 15h.

O subsecretário de Am­biente, Fernando Horta, disse que a partir dessa ex­pedição, o Verão Limpo vai acontecer na Lagoa de Imbo­assica, nas praias, na região serrana de Macaé e ainda durante os eventos da Fes­portur, passando, até o final da estação, pelos diversos mananciais do município. “Pretendemos contar com a adesão cada vez maior das pessoas, não apenas como voluntários, mas principal­mente, recolhendo seus pró­prios resíduos durante o la­zer”, explicou.

Entre as consequências diretas do descarte de lixo nas praias e nas margens dos rios estão os danos aos seres vivos do ecossistema, como peixes, aves, tartaru­gas, mamíferos marinhos e invertebrados; a introdução de espécies exóticas (atra­vés da dispersão de plásti­cos flutuantes); os prejuízos à navegação e às atividades pesqueiras; a degradação da paisagem; o aumento de despesas municipais com limpezas periódicas; a dis­persão de doenças através da proliferação de roedores e insetos e a diminuição das receitas advindas do turis­mo. Outras informações so­bre o projeto ou sobre vagas para a excursão podem ser obtidas através dos telefones ( 22) 2796-1380, 2796-1151 e 2796-1280.

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário