Macaé News
Cotação
RSS

Polícia Militar terá mais 1 mil soldados até o fim do ano

Publicado em 10/11/2014 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


Futuros PMs estão sendo preparados com foco na política de polícia de proximidade

Até o fim do ano, mais 1 mil soldados estarão prontos para atuar no policiamento ostensivo no estado. Eles estão sendo preparados no Centro de Formação de Praças (Cfap), em Sulacap, onde têm aulas teóricas e práticas. A grade de disciplinas do curso foi reformulada para atender às demandas da política de polícia de proximidade. Cerca de 4,1 mil PMs já se formaram em 2014. Em 2015, a meta será preparar 6 mil profissionais.

O conteúdo do curso têm passado por constantes avaliações com o objetivo de aprimorar cada vez mais a formação dos novos integrantes da Polícia Militar do Rio. Atualmente, a capacitação dura 27 semanas e engloba 32 disciplinas, que incluem aulas como Polícia Cidadã, Direitos Humanos, Tipos de Policiamento, Sociologia Criminal e Uso de Armas Não-Letais.

– Temos hoje uma grade ajustada à matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública, que privilegia uma abordagem do policial mais pautada em técnicas de mediação e resolução pacífica de conflitos. O policial deve ser capaz de compatibilizar o respeito aos direitos civis com a efetividade da atuação policial – explicou o coronel Antônio Carlos Carballo Blanco, diretor-geral de Ensino e Instrução da Polícia Militar.

Polícia de proximidade muda filosofia da PM

Soldado em formação, Michele de Carvalho Ferreira, de 31 anos, acredita que a preparação baseada em uma polícia de proximidade é o grande diferencial da PM do Rio.

– Estamos inseridos em um contexto de transformação da Polícia Militar. Uma das aulas mais interessantes para mim é a de Sociologia Criminal. Nela, tentamos entender porque um criminoso seguiu este caminho. Outra que gosto muito é a de Direitos Humanos – disse a aluna.

Estudando no Cfap há cerca de cinco meses, Erivelton Lima Silva, de 34 anos, está empenhado em absorver todo o conteúdo dado em sala de aula para levar às ruas.

– É um intenso aprendizado. Aqui nos transformamos em técnicos de segurança pública – afirmou o futuro PM.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário