Macaé News
Cotação
RSS

Rio das Ostras - Antecedendo as chuvas de verão Canal de Medeiros recebe limpeza

Publicado em 07/11/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Para Afonso Almeida da Câmara, proprietá¬rio de um imóvel na Travessa Inácio Almeida, “a limpeza do Canal é fundamental e evita que haja grandes alagamentos no verão, quando caem fortes chuvas”.

Para Afonso Almeida da Câmara, proprietá¬rio de um imóvel na Travessa Inácio Almeida, “a limpeza do Canal é fundamental e evita que haja grandes alagamentos no verão, quando caem fortes chuvas”.

Em menos de um mês, já foram limpos mais de 23 quilômetros de rios e canais, incluindo os canais de Medeiros, Coru­jas, Liberdade, Chácara Marilea, rio das Pedras e Jundiá. Com a proximidade do Verão e a possibilidade de fortes chuvas, a secretaria de Serviços Públicos, vem realizando a limpeza de rios e canais do município. Nesta semana, a equipe retirou mais 1,5 tonelada de lixo e gigo­gas do Canal de Medeiros, no trecho que corta o bairro Recanto

A limpeza é feita regularmente pela pre­feitura e intensificada nos períodos que an­tecedem as fortes chuvas. “Sempre estamos fazendo a limpeza do canal para retirada das gigogas que nascem e, principalmente do lixo que é jogado no local. Já encontramos sofás, ar­mários, camas, entulhos de obra e outros ma­teriais. Com o verão chegando, é bem provável que tenhamos fortes chuvas na estação e essa é uma forma de desobstruirmos o canal e evitar o alagamento na área”, explicou o engenheiro da secretaria de Serviços Públicos e fiscal do servi­ço, Carlos Roberto.

Ainda de acordo com ele, a ação prevê ainda a redução do lixo. “As gigogas são plantas que se multiplicam com facilidade e precisam ser con­troladas”, acrescentou. O engenheiro também lembrou a importância do papel da população nesse trabalho preventivo. “Se as pessoas para­rem de jogar lixo no Canal, teremos menos pro­blemas, como alagamentos, na região”, alertou.

Na opinião da empresária Simone de Almei­da, o trabalho de limpeza do Canal é fundamen­tal para moradores e comerciantes da região. “Com qualquer chuva que tenhamos, o Canal dos Medeiros transborda e se torna impraticá­vel. Com a retirada dessas plantas que ficam na superfície e do lixo, a água escoa muito mais rá­pido. As pessoas têm que ter consciência de que não podem jogar lixo no local porque senão nós mesmos é quem seremos prejudicados”, disse. 

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário