Macaé News
Cotação
RSS

IPTU com 12% de desconto até hoje em Petrópolis

Publicado em 21/01/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Quem ainda não aproveitou o desconto de 12% para o pagamento do IPTU 2014 em cota única deve ficar atento: o benefício está garantido até hoje, terça-feira (21/1). A secretaria de Fazenda ampliou a equipe de atendimento ao contribuinte, que pode regularizar os seus débitos com 100% de isenção de juros e multas, conforme a Lei 7.142, publicada no Diário Oficial do Município dia 20 de dezembro de 2013.

“Aumentamos o número de funcionários para dar mais agilidade aos atendimentos, que chegam a uma média de 500 por dia. Esse movimento mostra a credibilidade do atual governo, que fez uma lei inovadora devolvendo ao petropolitano a sua capacidade contributiva e promovendo justiça fiscal”, afirmou o secretário de Fazenda, Paulo Roberto Patuléa.

Os descontos de 12% valem para a primeira cota, que vence dia 21 de janeiro. Quem perder o prazo mas mantiver a opção pelo pagamento à vista ainda pode se beneficiar com os descontos de 10%, com vencimento no dia 17 de fevereiro, ou ainda 7%, no prazo final de 17 de março.

Apenas o contribuinte que estiver em dia com o município terá direito aos descontos. “Quem tiver débitos pode procurar a secretaria para regularizar a situação. Assim, não perderá essas condições especiais”, ressaltou Patuléa, informando ainda que os débitos podem ser quitados em até 120 parcelas.

Para isso, a Prefeitura montou um atendimento especial com dois postos: um na própria secretaria de Fazenda, na Rua 16 de Março, nº183, e outro na secretaria de Planejamento, na Rua da Imperatriz, nº264. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h.

Patuléa destaca que os contribuintes, pessoa física ou jurídica, que possuírem cinco inscrições ou mais no cadastro imobiliário da secretaria de Fazenda e não estiverem em dia com os tributos relativos aos imóveis terão seus nomes ou razão social inscritos nas instituições de proteção ao crédito enquanto não quitarem seus débitos com o município: “Com essa iniciativa estaremos promovendo, sobretudo, justiça fiscal e preservando o contribuinte que realmente utiliza seu imóvel como bem de sua família”.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário