Macaé News
Cotação
RSS

Hemocentro de Campos completa 25 anos e vai ampliar serviços

Publicado em 28/10/2014 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


O Hemocentro Regional de Campos completa 25 anos nesta segunda-feira (27). Visando criar um melhor suporte e ampliar os atendimentos, a prefeita Rosinha Garotinho assinou este ano, o convênio para a utilização da verba de R$ 10,5 milhões liberada pelo Ministério da Saúde, através dos deputados federais Anthony Garotinho e Paulo Feijó, para a construção do novo Hemocampos, que atenderá a demanda de uma população próxima de 900 mil pessoas.

A construção inicialmente contará com três pavimentos, divididos em sala de máquinas, estacionamento, salas de coleta, de atendimento ambulatorial e processamento do sangue. O novo Hemocampos será erguido na Avenida 15 de Novembro, esquina com a Rua Espírito Santo, ao lado do estacionamento do Hospital Ferreira Machado (HFM), onde funciona o atual Hemocentro.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde, José Manuel Moreira, disse que o Hemocampos será um avanço para o município. “Temos a expectativa de elevar nossa captação para no mínimo, 3 mil doações/mês. Funcionários, doadores e pacientes terão um espaço moderno, mais humanizado e confortável”, afirmou.

Atualmente o Hemocentro enfrenta a falta de doadores. Dos 23 mil cadastrados com mais de duas doações nos últimos anos, apenas mil compareceram durante um mês, este ano. O Hemocentro foi inaugurado no dia 27 de outubro de 1989 como Núcleo de Hemoterapia de Campos, com a função de atender a demanda de bolsas de sangue para os pacientes do Hospital Ferreira Machado (HFM).

Para vencer o déficit mensal de doações de sangue, que é superior a 50%, o Hemocentro Regional investe em campanhas de conscientização. “Em 25 de novembro comemoramos o Dia Nacional do Doador de Sangue. Em períodos assim, conseguimos aumentar nossa captação, mas precisamos cativar um número maior de doadores para atender à demanda dos hospitais públicos e particulares dos 17 municípios da região”, disse a assistente social, Maria Gonçalves.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário