Macaé News
Cotação
RSS

Primeira barca adquirida na China está pronta para embarcar para o Rio

Publicado em 27/10/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


A primeira das nove novas embarcações adquiridas pelo Governo do Estado sai da China no início de novembro em direção ao Rio. Com nome escolhido por usuários do transporte aquaviário, a barca Pão de Açúcar foi totalmente aprovada nos testes de mar realizados na cidade de Guanghzhou. O test drive avalia segurança, velocidade, capacidade de embarque, conforto, ar condicionado e performance técnica de motor e sistemas eletrônicos.

Os testes foram acompanhados por engenheiros da Secretaria Estadual de Transportes, da concessionária CCR Barcas e da Marinha do Brasil. Com capacidade para transportar até duas mil pessoas, a nova barca, que chega em dezembro, vai operar na linha Praça XV-Araribóia. As outras seis embarcações do mesmo porte serão integradas integralmente à frota até o mês de agosto do próximo ano.

- A Pão de Açúcar está pronta para ser entregue aos passageiros do sistema. A embarcação é o que há de mais moderno e sofisticado no mercado internacional. Os passageiros da linha Praça XV/Araribóia serão transportados numa embarcação capaz de reduzir para 10 minutos o tempo de viagem entre as duas cidades. As estações também passam por intervenções importantes, a fim de proporcionar um padrão de excelência aos deslocamentos dos usuários das barcas do Rio de Janeiro – explica a secretária de Transportes, Tatiana Carius.

Investimentos na frota de barcas

As embarcações chinesas, montadas pelo estaleiro China Shipping Group/AFAI, têm dois andares, com capacidade para embarque e desembarque nos dois níveis. Além de possuírem dupla proa, o que permite a partida e a saída do atracadouro sem necessidade de manobra, as novas barcas são equipadas com ar-condicionado, janelas panorâmicas, bicicletários e 100% de acessibilidade para deficientes e idosos.

Para renovar a frota, o Governo do Estado investiu R$ 273 milhões nas sete barcas chinesas e em outros dois catamarãs nacionais, de 500 lugares. Montadas pelo estaleiro cearense Inace, os catamarãs menores vão atender aos trajetos entre a Ilha Grande e as estações de Mangaratiba e Angra dos Reis.

Também já foi concluída pela Secretaria de Transportes a licitação para a compra de mais quatro barcas, também de 500 lugares, para operarem nas linhas Paquetá e Cocotá. O vencedor foi o estaleiro African Gulf e as barcas devem ser entregues ainda este ano.

Até 2007, o sistema de transporte aquaviário contava apenas com 19 embarcações em operação e transportava, em média, 74 mil pessoas por dia. Atualmente são 24 barcas, incluindo 15 catamarãs e nove barcas tradicionais. Após investimentos no setor, como a reforma de estações e a ampliação da oferta de viagens, 140 mil pessoas são transportadas em um único dia.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário