Macaé News
Cotação
RSS

Luiz Fernando Pezão é reeleito governador do RJ com 55,78%

Publicado em 26/10/2014 Editoria: Eleições 2014 sem comentários Comente! Imprimir


Luiz Fernando Pezão, do PMDB, foi reeleito neste domingo (26) governador do Rio de Janeiro para os próximos quatro anos. A apuração de 100% das 32.675 urnas terminou às 20h23, pouco mais de de uma hora e meia após o resultado ser definido. Pezão ficou com 4.343.298 votos, o que corresponde a 55,78% dos votos válidos. Marcelo Crivella (PRB) teve 3.442.713 dos votos (44,22%).

O resultado saiu às 18h45, uma hora e quarenta e cinco minutos depois de as urnas terem sido fechadas. Com 94,41% das urnas apuradas, o candidato já tinha 4.121.804 votos, o que correspondia a 56,07% dos votos válidos, sem poder ser alcançado por Marcelo Crivella (PRB), que tinha 3.228.973 dos votos (43,93%).

O governador votou pela manhã em Piraí, no Sul Fluminense, e no fim da tarde foi para um hotel na Zona Sul do Rio, onde concedeu entrevista coletiva e dedicou a vitória a Sérgio Cabral: "Ele apostou em mim", disse (veja ao lado).

José Alberto de Abreu, o general Abreu, candidato a vice-governador do Rio na chapa do candidato derrotado Marcelo Crivella (PRB), falou em nome do senador no início da noite, ao ser confirmada a reeleição de Pezão. "Cumprimentamos Pezão e pedimos que, para o bem do Rio, faça um bom governo, pois o povo do Rio merece. Que dê continuidade ao seu trabalho. Estamos aqui acompanhando", disse.

Segundo o general Abreu, o senador Marcelo Crivella está percorrendo bairros da Baixada Fluminense agradecendo aos eleitores, e, por isso, não fará o pronunciamento reconhecendo a derrota.

Perfil
Pezão se candidatou ao Governo do Rio de Janeiro na vaga de Sérgio Cabral, de quem foi vice-governador de 2007 até o início de abril deste ano. Após Cabral renunciar ao cargo, ele dividiu o comando do Palácio Laranjeiras com a campanha eleitoral. Cabral e o prefeito Eduardo Paes estavam no hotel neste domingo para comemorar com Pezão.

O governador reeleito tem 59 anos, é natural de Piraí, no Sul fluminense, e é formado em Economia e Administração. O primeiro cargo político foi como vereador de Piraí, em 1982. Depois, foi  prefeito da cidade por dois mandatos (1996 - 2000). Durante o período em que comandou Piraí, Pezão implantou o sistema de informatização do município, conhecido como "Piraí Digital", recebendo prêmios internacionais pelo investimento.

Ele também foi Presidente da Associação de Prefeitos dos Municípios do Estado do Rio de Janeiro (Apremerj) por dois períodos, onde atuou como interlocutor dos interesses do interior na Assembleia Legislativa e no governo do estado.

Em 2006, foi secretário de governo na administração da governadora Rosinha Garotinho (2003 a 2007), e foi eleito por duas vezes vice-governador do Rio (em 2006 e 2010), na chapa do ex-governador Sérgio Cabral. Além de vice-governador, Pezão era também secretário de Obras do estado. É casado há 21 anos com Maria Lúcia Cautiero Horta Jardim, 59 anos, uma amiga de infância de Piraí. O apelido se deve ao fato de calçar 48.

Campanha
No primeiro turno, o candidato à reeleição, ficou com 40,57% dos votos válidos, seguido do senador Marcelo Crivella, com 20,26%, que conseguiu a vaga para segundo turno após disputa acirrada com Anthony Garotinho (PR) que teve 19,73%.

Durante os 20 dias de campanha no segundo turno, Pezão priorizou o corpo a corpo com a população e buscou novas alianças e apoios de partidos e políticos eleitos, como o ex-jogador e senador eleito Romário (PSB). Romário, com quase cinco milhões de votos, se encontrou com Pezão e anunciou o apoio depois de o candidato ter se comprometido com três pontos do seu programa político.

› FONTE: G1


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: