Macaé News
Cotação
RSS

Macaé avança em atendimento odontológico

Publicado em 14/10/2014 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Secretaria de Saúde oferece atendimento odontológico em vários pontos do município

Secretaria de Saúde oferece atendimento odontológico em vários pontos do município

A demanda não para de crescer no setor odontológico do município. Para atender com qualidade e eficiência, a Prefeitura de Macaé vem agendando 300 consultas por mês no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). Na sede do CEO funcionam oito consultórios, sendo cinco para atendimento de especialidades, dois para emergência e um para demandas gerais. Além disso, a Prefeitura disponibiliza atendimentos de emergência e consultas ambulatoriais nos bairros do município e nos distritos da região serrana.

Para ter acesso aos serviços especializados, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) deve ser encaminhado por um dentista clínico dos postos de Estratégia Saúde da Família (ESF) ou das unidades de urgência. Depois, é preciso fazer o agendamento da consulta pelos números 2762-0539 ou 2796-1364. A marcação é realizada mensalmente, em datas específicas, que são divulgadas em todos os postos médicos, e também pode ser solicitada por telefone.

As marcação das consultas para as especialidades são agendadas de acordo com a proximidade da residência do paciente ao local de atendimento. A Prefeitura disponibiliza serviços odontológicos com clínico geral em todos os Postos de Saúde e Estratégia Saúde da Família (ESF) do município. Já as especialidades são realizadas no Centro de Especialidades Médicas Dr. Moacyr Santos, Posto de Saúde Dr. Jorge Caldas, Pronto Socorro Aeroporto, Unidade Mista de Glicério e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra.

No CEO, localizado na rua Velho Campos, 566, funcionam todas as especialidades: laboratório de prótese total e móvel; periodontia; endodontia; atendimento aos pacientes especiais, incluindo hipertensos e diabéticos; cirurgia bucomaxilofacial, siso incluso, lesões, entre outros; e estomatologia (prevenção ao câncer de boca).

A estrutura física da unidade dispõe de central de esterilização dentro das normas da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (Amvisa/Macaé); acolhimento adequado com duas salas de recepção (uma para especialidade e uma para emergência); e rampa para cadeirante e auditório que realiza capacitação para os profissionais de saúde, com capacidade para 40 pessoas. Em anexo, funciona a sede da Subsecretaria de Odontologia, refeitório, o programa de gerenciamento de resíduos e almoxarifado próprio.

- Ao todo, são cerca de 90 atendimentos por dia na emergência, e 40 atendimentos diários na sede do Centro de Especialidades Odontológicas. A procura é grande, mas o período é curto de marcação, levando de 15 a 20 dias em média. Só pedimos aos pacientes que não faltem às consultas marcadas para não prejudicar outros usuários que poderiam estar sendo atendidos nesse horário - explica o subsecretário de Odontologia, Jackson Augusto Gonçalves.

O CEO foi inaugurado na gestão do Prefeito de Macaé, Dr. Aluízio, no dia 28 de maio, e conta com parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), por meio do Programa Brasil Sorridente do Ministério da Saúde, para a manutenção da unidade - no valor de R$ 11 mil/mês. Os atendimentos são realizados com 21 dentistas especializados na área em que atuam.

Odontologia Coletiva e do Trabalho

Incluído no Programa Saúde na Escola (PSE) está o Programa de Saúde Coletiva Bucal. Uma equipe composta por um cirurgião-dentista e dois técnicos bucais participam do programa que vai às unidades de ensino promover escovação dentária supervisionada, aplicação de flúor e ações educativas. São cerca de 1.500 escovações por dia realizadas em escolas municipais, instituições filantrópicas e assistenciais. "O cronograma está passando por todas as escolas e já atinge 70%, contando com a Serra também", explica a cirurgiã dentista do Programa Odontologia Coletiva, Camila Gonçalves.

A prevenção da saúde do trabalhador é também outro ponto importante na Subsecretaria de Odontologia. São realizadas frentes de trabalho na Secretaria de Saúde, com ida aos postos de saúde para informar sobre as questões de segurança dos profissionais, antes de cada atendimento, e as normas de Equipamento de Proteção Individual (EPIs). Os auxiliares de serviços gerais também recebem orientações no que se refere à prevenção de contaminação para pacientes e profissionais.

Também são realizados atendimentos para pacientes hospitalares internados no São João Batista e para acamados em suas residências, por meio de um consultório portátil, composto por um dentista e um auxiliar.

TRA: Projeto Piloto na serra

No âmbito escolar também é feito o Tratamento Restaurador Traumático (TRA), que consiste no atendimento ao aluno com restauração temporária, com todo o material dentário necessário, para que o problema não avance. Os casos mais graves são encaminhados para o consultório. Esse é um projeto piloto que foi iniciado e está sendo desenvolvido, primeiramente, na Serra. Os pais autorizam os atendimentos dos alunos previamente.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário