Macaé News
Cotação
RSS

Horário de verão começa dia 19 e deve terminar no final de fevereiro

Publicado em 10/10/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Fátima Coutinho, disse que sempre passa o verão em Rio das Ostras

Fátima Coutinho, disse que sempre passa o verão em Rio das Ostras

O horário brasi­leiro de verão 2014/2015 come­ça no dia 19 des­te mês, quando os relógios serão adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudes­te e Centro-Oeste. A medida, adotada para economizar energia no horário de maior consumo, vai ser um pouco mais comprida, por causa do Carnaval, e vai até o dia 22 de fevereiro do ano que vem.

Pelo decreto que insti­tuiu o horário de verão, a medida deve ser iniciada sempre no terceiro domingo de outubro e encerrada no terceiro domingo de feverei­ro do ano subsequente. Em Rio das ostras, por exemplo, a população espera ansiosa pelo período, que sempre atrai milhares de turistas por conta das praias. “Eu gosto desse horário porque saio cedo da escola e apro­veito mais o meu dia”, disse a estudante Larissa Souza.

Mas, no ano em que hou­ver coincidência com o do­mingo de carnaval, o fim do horário de verão deve ser no domingo seguinte. Como em 2015 o carnaval será no dia 17 de fevereiro, o horário de verão deverá acabar no dia 22 de fevereiro. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, alguns esqueçam de ajustar os relógios.

O horário de verão, ins­tituído pela primeira vez em 1931, é adotado sempre nesta época do ano para aproveitar melhor a lumino­sidade natural do dia e re­duzir o consumo de energia, que cresce naturalmente por causa do calor e do aumen­to da produção industrial às vésperas do Natal. Em en­trevista à equipe de reporta­gem do jornal RJNEWS, Fá­tima Coutinho, 43 anos, dis­se que sempre passa o verão em Rio das Ostras. “Gosto da cidade e das pessoas. O que mais admiro durante o horário de verão é curtir o pôr do sol na praia Boca da Barra”, contou.

Com o horário de verão é possível reduzir a deman­da por energia no período de suprimento mais críti­co do dia, entre as 18h e às 21h, quando a coincidência da utilização de energia elé­trica por toda a população provoca um pico de consu­mo. Com a redução, o uso de energia gerada por termelé­tricas pode ser evitado, re­duzindo o custo da geração de eletricidade.

A medida economizou R$ 405 milhões entre 2013 e 2014, segundo dados di­vulgados pelo Operador Na­cional do Sistema Elétrico (ONS). O horário de verão diminui o uso de termelétri­cas e hidrelétricas que abas­tecem todo o território na­cional, utilizando mais a luz natural dos dias mais longos da estação. 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário