Macaé News
Cotação
RSS

Pré-campanha antirrábica prossegue este mês na região

Publicado em 10/10/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Luzia Pereira, vacina o cachorro para evitar que ele seja afetado pela doença

Luzia Pereira, vacina o cachorro para evitar que ele seja afetado pela doença

A campanha de vacina­ção antirrábica de cães e ga­tos, realizada pela secretaria de Saúde de Macaé, prosse­gue no próximo dia, 20 na região central do municí­pio. Podem ser imunizados animais a partir de um mês de idade, desde que eles estejam em bom estado de saúde. De acordo com da­dos do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), a cam­panha já foi realizada esse ano, na região serrana e em postos volantes nos locais mais distantes do municí­pio, como Imboassica, Celso Daniel, Cabiúnas, Imburo, entre outros. Mais de quatro mil animais já foram vacina­dos contra a raiva.

Sara Cardim, tem apenas 8 anos. A pequena tem cons­ciência que todos os anos é preciso levar o animalzinho de estimação para ser vacina­do. Um dos xodós da casa, o cachorro da raça pinscher tem carteira de vacinação e bole­tim das ações desde quando nasceu. “Peço para meu pai ou minha mãe levar meu cachor­ro para tomar vacina. Acho importante”, disse.

Para serem vacinados os animais devem ter a cartei­rinha de vacinação e serem levados por um adulto. Em caso de chuva, a vacinação é adiada e, uma nova data é divulgada. De acordo com informações do coordena­dor geral do CCZ, Ramon Bouças, serão disponibiliza­dos postos volantes e fixos em vários bairros da cida­de. Na próxima semana, o cronograma será divulgado para a população.

“A raiva é uma doen­ça infecciosa que afeta os mamíferos. Temos que cuidar”, observa a dona de casa Luzia Pereira, 50 anos. É causada por um vírus que se instala e multiplica primeiro nos nervos peri­féricos e depois no sistema nervoso central. A trans­missão acontece do animal infectado para o sadio por meio de contato da saliva, por mordedura, lambida em feridas abertas, muco­sas ou arranhões.

ORIENTAÇÕES EM CASO DE MORDIDA OU ARRANHÃO FEITA POR ANIMAL:

• Lave bem a ferida com água e sabão ou detergente, a fim de remover a saliva;

• Deixe o ferimento descoberto e não faça curativo;

• Procure imediatamente um Centro de Saúde para o tratamento preventivo da raiva, mesmo que o cão seja vacinado e se apresente aparentemente sadio.

• Observe rigorosamente a orientação do médico e não interrompa o tratamento sem autorização do mesmo.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário