Macaé News
Cotação
RSS

Saúde implantará Polo de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas

Publicado em 06/10/2014 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


Guga Malheiros

Guga Malheiros

No espaço onde funcionou o Pronto Socorro Odontológico, na esquina entre as ruas Euzébio de Queiroz e Visconde de Quissamã, no Centro, será instalado o Polo de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas. O prédio que estava abandonado passa por revitalização. A instalação desta unidade tem o objetivo de reduzir os números de amputações, principalmente de pacientes com doenças crônicas como diabetes e hipertensão. 
 
Uma equipe da Secretaria de Obras, em parceria com profissionais da Secretaria de Saúde, iniciou os trabalhos de reforma e adaptação do prédio. Segundo o secretário de Saúde, Pedro Reis, a unidade é construída para atender a população em um ambiente humanizado e preparado com profissionais capacitados. "Por estar localizado na área central da cidade, o acesso fica mais fácil para os usuários", acrescenta.
 
A designer de festa Maria da Graça Abreu Aguiar comemora a chegada dessa nova unidade no centro da cidade. Ela mora ao lado do prédio que estava abandonado, há nove anos, e servia de abrigo a marginais e drogados.
 
- Estou satisfeita com a utilização desse espaço, pois era ocioso, mas agora vai abrigar um local que prestará serviços à população. É uma atitude louvável, pois limparam tudo e fecharam o local. Soube que será uma unidade de saúde. O prédio estava abandonado, frequentado por marginais e cheirava mal. As pessoas entravam até no meu quintal, comemorara Maria da Graça. 
 
Polo - A enfermeira e gerente da unidade, Michelle Almeida, informou que um dos pontos importantes da reforma é a acessibilidade, pois o espaço será todo adaptado para receber pessoas com deficiência. Ela acrescenta que o projeto é voltado para atender pacientes portadores de úlcera de grau 2, lesões crônicas, que não cicatrizam até quatro semanas.
 
Dados do Programa de Doenças Crônicas não Transmissíveis e do Núcleo de Vigilância Hospitalar do Hospital Público Municipal (HPM) e da Irmandade São João Batista apontam que o número de amputações registradas, no primeiro e segundo quadrimestres de 2014, superou os índices de 2012 e 2013. Foram 34 amputações nos primeiros oito meses deste ano. 
 
Em 2012, foram realizadas 33 amputações, envolvendo pé do diabético e amputações suprapatelar e membro inferior total. Em 2013, este número chegou a 24, sendo que 80% dos procedimentos realizados no HPM e 20% no Hospital São João Batista. 
 
O Polo de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas terá salas de curativo, consultórios para aferição de pressão, avaliação do pé e podologia, além de sala de preparo de material. O espaço contará com equipe multidisciplinar formada por médicos angiologista e dermatologista, assistente social e enfermeiro especializado no tratamento de lesões cutâneas. Conforme Michelle, para tratar essas lesões são utilizados produtos de alta tecnologia, inclusive importados.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário