Macaé News
Cotação
RSS

Mais de meio milhão vão às urnas na Região dos Lagos e Macaé, no RJ

Publicado em 06/10/2014 Editoria: Eleições 2014 sem comentários Comente! Imprimir


http://g1.globo.com/

http://g1.globo.com/

As cidades da Região dos Lagos e Macaé, no interior do Rio, definiram e divulgaram toda a logística montada para as eleições deste domingo (5). O pleito que escolherá deputado estadual, deputado federal, governador, senador e presidente, contará com grande esquema de segurança, de transporte e trânsito para garantir a tranquilidade aos mais de 500 mil eleitores que irão as urnas.

Macaé conta com duas zonas eleitorais, a 109ª e a 254ª. Juntas, as duas somam 150.920 eleitores. As duas zonas são divididas em 430 seções que estão em 59 pontos de votação. Segundo a coordenação eleitoral de Macaé, para votação deste ano 6.778 títulos foram cancelados por falta de justificativa nas últimas eleições municipais. Além desses, outros 449 títulos foram suspensos. 

 

Ao todo, a Região dos Lagos do Rio, com sete municípios no total, possui 422.829 eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desse número 221.356 são homens e 201.014, mulheres. Em quatro anos, 92.065 pessoas passaram a votar na região. Em 2010, o total de eleitores era de 330.764.

Cabo Frio abriga o maior polo eleitoral da Região dos Lagos. São 140.007 pessoas que votam em duas zonas eleitorais. Em Arraial do Cabo 26.933 eleitores votarão neste ano. Com quase 100 mil eleitores, Araruama é considerada a segunda cidade que possui a maior quantidade de eleitores na Região dos Lagos. São 90.883, segundo dados do TSE. 

 Em Rio das Ostras, serão 80.067 eleitores deste domingo. São 214 seções de votação, divididos em 32 locais de votação. Um dos balneários mais charmosos do país, Armação dos Búzios possui 23.175 eleitores. Saquarema tem 61.356 pessoas que votam.

Em São Pedro da Aldeia são 59.445 eleitores ativos para o pleito deste domingo. O local que possui o menor número de pessoas que votam na Região dos Lagos é Iguaba Grande. São 21.030. Sem fazer parte da Região dos Lagos, Maricá tem limite litorâneo com Niterói. Na cidade, 92.378 eleitores irão às urnas neste domingo.

Segurança
O esquema de segurança durante as eleições será reforçado nas principais cidades da Região. Em Macaé, 525 policiais serão empregados no esquema de segurança. O efetivo contará com reforço de policiais de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP&39;s) do Rio. O esquema na cidade começou ao meio dia da última sexta-feira (3) e vai até as 9h de domingo. A orientação é coibir qualquer crime eleitoral, como propagranda irregular ou compra de votos nos 141 locais de votação na região de abrangência do 32º Batalhão.

Os policiais militares também farão a segurança das urnas eleitorais. A partir das 5h, os militares farão a escolta dos equipametos do polo eleitoral, no Centro, para todas as 430 seções eleitorais da cidade.

A cidade colocou à disposição do TRE 64 agentes da Guarda Municipal que ajudaram no recebimento e distribuição das urnas eletrônicas em 21 locais de votação de responsabilidade do 254º Cartório Eleitoral. Neste domingo, até as 19h, os agentes farão ainda a escolta de juízes eleitorais nas rondas de fiscalização no município.

Em Rio das Ostras, a Guarda Municipal reforça desde sábado o processo eleitoral com 85 agentes. Eles atuam nas áreas externas de 32 pontos de votação.

Em Cabo Frio, para garantir tranquilidade nas ruas e nas seções eleitorais, a Polícia Militar conta com quase mil militares. Além de escoltar as urnas, eles também vão coibir crimes eleitorais, principalmente a boca de urna. As urnas foram distribuídas neste sábado sob forte esquema de proteção. De acordo com o tenente coronel Ruy França, comandante do 25ª Batalhão, apesar de não haver restrição para consumo e venda de bebidas alcoólicas, os policiais estão orientados a ficar de olho em quem exagerar na bebida durante as eleições.

Por conta da legislação eleitoral, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, exceto em caso de flagrante, em virtude de sentença por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo conduto. De acordo com o artigo 236 do Código Eleitoral, a restrição é válida até terça-feira (7), ou seja, 48 horas após o fechamento das urnas.

Trânsito
Em Cabo Frio, não haverá esquema especial de trânsito por conta do pleito. De acordo com a Superintendência da Guarda Municipal, não haverá necessidade de nenhum planejamento especial de trânsito para este domingo. A guarda está com um efetivo nas ruas de 150 agentes, fazendo a ronda e atuando nos prédios públicos – alguns deles, como escolas e uma parte do prédio administrativo da Prefeitura, no Braga, são utilizados como seções eleitorais.

Em Macaé, uma operação especial está montada neste domingo e conta com a participação de 45 agentes, que irão manter a fluidez e segurança viária, orientar os condutores quanto as interdições e estacionamento em locais permitidos. 

O trecho da Rua Teixeira de Gouveia, em frente ao Polo Eleitoral de Urnas Eletrônicas, foi interditado no sábado para a distribuição dos equipamentos. A mesma interdição vai ocorrer neste domingo, a partir das 16h, para o recolhimento das urnas.

Ainda no domingo, o trecho da Francisco Portela em que está localizado o Cartório da 254º Zona Eleitoral também será fechado ao tráfego de veículos, no período das 6h às 9h, e a partir das 16h até o final dos trabalhos eleitorais.

Já em atendimento à 109º Zona Eleitoral, o trânsito na Rua Visconde de Quissamã (entre a Télio Barreto e a Governador Roberto Silveira) está interditado no domingo, desde as 6h.

O trecho da Rua Governador Roberto Silveira, entre a Visconde de Quissamã e a Ferreira Viana, será fechado ao tráfego a partir das 16h até o final dos trabalhos eleitorais. Isso porque a Junta Eleitoral da 109º Zona Eleitoral realizará os trabalhos no Edifício da Petrobras localizado neste trecho.       

A partir das 6h começou a reserva de vagas de estacionamento em frente aos locais de votação. Os espaços estarão sinalizados com bloqueios físicos (cones) e serão exclusivos para uso dos veículos da Justiça Eleitoral.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário