Macaé News
Cotação
RSS

Igualdade Racial leva o ‘Fala Jovem’ para a Escola Municipal de Macaé

Publicado em 03/09/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


“Queremos construir a cultura de paz na nossa sociedade”, disseram Yaisa e Sandra

“Queremos construir a cultura de paz na nossa sociedade”, disseram Yaisa e Sandra

Na manhã desta terça-feira (2), profissionais da Coordenadoria Extraordinária de Igualdade Racial (Cepir) levaram o projeto “Fala Jovem” a 225 alunos e alunas de nove turmas da Escola Municipal Cláudio Moacyr de Azevedo, no Parque Aeroporto. Durante o evento foram mostradas fotos sobre a criminalidade entre a juventude e índices de violência entre este público, além de exemplos de racismo na sociedade.

Segundo a professora de Língua Portuguesa Jozelma da Silva, as palestras são muito importantes e válidas por que permitem que os alunos discutam, falem e ouçam temas que vivenciam dentro e fora da escola. O público alvo era constituído por alunos do oitavo ano.

Para João Victor Coelho dos Santos, 14 anos, a realidade da discriminação é triste. Ele lembrou o caso do jogador que semana passada foi vítima de racismo em um jogo, em Porto Alegre. Já a aluna Yasmin Firmino, 15, disse: “A gente pode expressar o que está acontecendo com os jovens. Muitos morrem por influência negativa dos outros”. Por sua vez, Kelvin Espínola, também com 15 anos, falou que o momento é importante “por iluminar nossas escolhas para o futuro”.

As palestrantes Sandra Brandão e Yaisa Carolina, funcionárias da Cepir, foram enfáticas. “Não estamos aqui para julgar, mas para mostrar as consequências das escolhas. Esse evento aqui na escola mostrou que os jovens têm responsabilidade e escolhas na vida, mas a educação familiar é imprescindível para a formação e a edificação equilibrada de suas vidas”. A palestra durou uma hora e 30 minutos.
 

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário