Macaé News
Cotação
RSS

Delação diminui pena de ex-diretor da Petrobras, diz jornal

Publicado em 14/09/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


 O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa pode deixar a cadeia ainda nesta semana, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a reportagem, Costa teria assinado um acordo com procuradores do Paraná pela delação premiada sobre desvio de verbas na estatal.

Em depoimento ao Ministério Público e à Polícia Federal, o ex-diretor já apresentou nas últimas semanas uma lista de autoridades e aliados do governo de Dilma Rousseff que estariam envolvidas no esquema de corrupção.

Segundo o Estadão, o acordo prevê a liberdade provisória de Costa até que seja condenado a uma pena de aproximadamente cinco anos de detenção em regime semiaberto. O ex-dirigente também teria aceitado devolver os 23 milhões de dólares ilícitos de uma conta na Suíça.

Caso não tivesse fechado o acordo, Costa poderia ter sido condenado a uma pena de mais de 50 anos pelos crimes de lavagem de dinheiro e destruição de documentos.

O suposto esquema de propina de políticos com desvio de dinheiro da Petrobras veio à tona durante a Operação Lava Jato. A Polícia Federal estima que 10 bilhões de reias foram movimentados em lavagem de dinheiro.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário