Macaé News
Cotação
RSS

Festival de Jazz & Blues promete aquecer o inverno riostrense

Publicado em 08/08/2014 Editoria: Entrevista sem comentários Comente! Imprimir


Michelle Neto/ RJNEWS

Michelle Neto/ RJNEWS

Aproxima-se o maior evento da Região dos Lagos, e um dos maiores festi­vais do gênero em toda Amé­rica Latina, o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, que chega esse ano a sua 12° edi­ção. Marcado pelo alto nível da programação, contando com grandes nomes nacio­nais, internacionais e envol­vendo uma mega estrutura, o evento anual representa uma grande movimentação econômica para diversos se­tores da cidade, com desta­que para a rede hoteleira e de restaurantes, devido a grande quantidade de turistas que chegam ao município.

Esse ano, por conta da Copa do Mundo, que coin­cidiu com o mesmo período em que o evento é tradicional­mente realizado, no feriado de Corpus Christi, o Rio das Os­tras Jazz & Blues Festival será pela primeira vez realizado no mês de agosto, e durante dois finais de semana, diferente­mente dos cinco dias corridos das outras edições.

De acordo com a gerente de uma pousada no bairro Costazul, Lourdes Negreiros, todos os vinte quartos já es­tão reservados há pelo me­nos 30 dias. Conceituando o evento como o maior atrativo de turistas para sua pousada, Lourdes faz uma comparação com o movimento do feriado de Corpus Christi desse ano, em que teve uma procura muito baixa, com apenas 20% de taxa de ocupação.

A respeito da divisão de dias da atual edição, Lourdes afirma que houve uma modi­ficação no perfil dos turistas. “ Geralmente 50% de nossos hóspedes, que são público fiel do evento, já vão embora com uma pré-reserva para o próximo ano, mas com essa edição ocorrendo em dois finais de semana, muito de nossos clientes de outros Estados como Minas Gerais, São Paulo e Bahia, não vão comparecer, pois vêm de muito longe para aprovei­tar apenas dois dias. Nessas circunstâncias, nossos hós­pedes esse ano são basica­mente do Estado do Rio de Janeiro”, explica.

Já a proprietária de outra pousada também em Costa­zul, Yvone Souto, afirma que ainda não teve nenhuma re­serva para o evento, mas tem expectativas positivas, pois é um evento tradicional, com um público fiel e diferenciado. Oferecendo um pacote de dois dias por R$ 400 e três dias por R$ 540, Yvone diz que o mo­vimento das pousadas locais é sazonal, e que dependem muito de eventos como o Fes­tival de Jazz & Blues para se manterem também ao longo do ano. “Esse é um evento que reúne atrações de qualidade única, um sucesso total. E esse ano com o Al Jarreau, tenho certeza que não vão faltar tu­ristas, pois é uma oportunida­de única”, acrescenta.

“O período do evento é extremamente lucrativo para nós. Por estarmos próximos ao local do palco principal, as pessoas vêm antes ou após as programações” ressalta a administradora de um res­taurante na orla de Costazul, Patrícia Gomes, que colocou um stand dentro do camping no ano passado. Ela ainda afirma estar um pouco receo­sa quanto o movimento desse ano, acreditando que a maio­ria dos turistas, principal­mente os de fora do país, já tenha gastado todo o dinhei­ro durante a Copa do Mundo. “Mas é claro que o movimen­to gerado pelo Jazz & Blues será de longo o melhor, ape­sar da nova data e do torneio mundial”, aposta Patrícia.

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: