Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura estimula estudantes e valoriza pesquisadores para fins científicos

Publicado em 01/08/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Divulgação

Divulgação

Para promover a formação dos estudantes do Ensino Médio na área de ciência e tecnologia, desenvolvendo sua aprendizagem, a Subsecretaria de Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Macaé instituiu o Programa Jovem Cientista Macaense, via Decreto de 10 de julho. E, nesta sexta-feira (1º), às 12h, terminou o prazo para inscrições dos 20 estudantes de segundo grau e de dez pesquisadores, os quais receberão bolsa-auxílio. Cada um dos estudantes receberá um auxílio de R$ 200 por mês para ajuda no transporte e despesas com alimentação. Já os pesquisadores ganharão R$ 500 mensais. Todos atuarão no laboratório de pesquisas, localizado na cidade universitária.

No Programa Jovem Cientista, o pesquisador vai estabelecer uma estratégia pedagógica, a fim de permitir que estudantes possam interagir com as suas atividades de pesquisa, estimulando a curiosidade, a autonomia e a investigação científica. Os estudantes vão participar do dia a dia do laboratório e terão acompanhamento de pedagogos, que atuam na Subsecretaria de Ciência e Tecnologia.
 

Oportunidade ímpar

Para o doutor em modelagem computacional, Jáder Lugon, do Instituto Federal Fluminense (IFF), este projeto é muito importante. "Nós no IFF temos muitos programas de pesquisa e extensão, além de cursos técnicos de graduação e pós-graduação. Acho válido o município oferecer esta oportunidade para alunos de diversas escolas, que entram para este universo científico e passam a trocar experiências", afirma, acrescentando que: "Temos visto um crescente apoio nas áreas federal, estadual e, agora, municipal".
 
Já o estudante do 2º grau Lucas Araújo Ferreira Macedo, de 17 anos, do Colégio de Aplicação, se inscreveu no programa, nesta sexta-feira, disse que pretende aprender mais sobre ciência e tecnologia, desenvolvendo conhecimentos em prol de sua futura profissão. Por sua vez, Ingrid de Souza Martins (16), do mesmo nível de escolaridade e instituição de ensino afirma que ter feito a inscrição no programa é uma oportunidade diferenciada e nova, que deve ser aproveitada para os aspectos profissionais e pessoais. "Tudo isso é muito positivo para Macaé", completa. 
 

Programa Jovem Centista

A principal proposta do Programa Jovem Cientista Macaense é promover, por meio de bolsas de estudo, a formação de estudantes, conferindo-lhes a oportunidade de novas experiências educacionais e profissionais, voltadas para qualidade, empreendedorismo, competitividade e  inovação em áreas prioritárias e estratégicas na cidade. Também é meta desse programa ampliar a participação de estudantes para o desenvolvimento de projetos de pesquisa, estudos e treinamentos de inovação tecnológica, contribuindo para a difusão dos conhecimentos científicos e estimulando a formação dos estudantes nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.

Ainda é finalidade da prefeitura contribuir para o aumento da competitividade das empresas de ciência, tecnologia e inovação instaladas em Macaé, além de estimular e aperfeiçoar as pesquisas aplicadas no município, de modo a desenvolver os trabalhos científicos, tecnológicos e inovadores. Para a execução do Programa Jovem Cientista Macaense poderão ser firmados convênios, acordos de cooperação, ajustes ou outros instrumentos afins, com órgãos e entidades da administração pública, dos estados, do Distrito Federal, da União e de outras cidades, bem como entidades privadas.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário