Macaé News
Cotação
RSS

Feiras de Ciências vão marcar rede municipal neste segundo semestre

Publicado em 14/07/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Revelar talentos, potencialidades e senso de investigação. Com esta proposta, a rede municipal vai trabalhar neste mês de julho com os estudantes da Serra e área central com  a realização de atividades e trabalhos. O objetivo é motivar o aprendizado dos alunos e despertar o interesse pela ciência. As produções serão apresentadas nas feiras de Ciências, que vão acontecer nas dependências das próprias unidades, entre os dias 11 a 15 de agosto.
 
Para melhor orientar quanto à realização das feiras, a equipe pedagógica da secretaria de Educação visita as escolas com a intenção de informar e estimular os educadores quanto a importância de pesquisas e projetos científicos. As escolas municipais também poderão escolher os melhores projetos para cadastrar na coordenação de Meio Ambiente da Subsecretaria de Educação na Saúde e agendar apresentações em feiras científicas no município e no estado do Rio de Janeiro.
 
Os melhores trabalhos serão selecionados para participar da Feira de Ciências de Macaé (FECIMAC), que vai acontecer no dia 13 de setembro. A iniciativa é fruto de um projeto que foi selecionado e aprovado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O CNPq  oferece bolsas e prêmios com o objetivo de cumprir o papel de instrumento de divulgação e valorização da política de desenvolvimento científico e tecnológico.
 
A programação está sob a responsabilidade da coordenadora de Meio Ambiente da secretaria de  Educação, Denise Motta, e da coordenadora de Ciências do Ensino Fundamental, Martinha Pimentel. A FECIMAC foi elaborada com a proposta de proporcionar à comunidade  escolar um espaço de incentivo, criatividade, iniciação científica e inovação tecnológica. 
 
Segundo a subsecretária de Educação na Saúde, Cultura e Esportes, Mônica Couto, o objetivo do ensino municipal é destacar experiências e pesquisas desenvolvidas com os alunos nas salas de aula e laboratórios para a divulgação da ciência na comunidade escolar. “O ensino municipal investe em ações que instigam a curiosidade, criatividade, habilidades, e senso de observação dos estudantes para o desenvolvimento das pesquisas”, finalizou a subsecretária de Educação.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário