Macaé News
Cotação
RSS

Igualdade Racial promove exposição sobre mulheres negras

Publicado em 10/07/2014 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


A Coordenadoria Extraordinária da Igualdade Racial promove a exposição de Artes Plásticas Mulheres Negras, do artista plástico Luciano Pauferro. A mostra poderá ser vista na Sala de Embarque do Aeroporto de Macaé, entre os dias 22 de julho e 1º de agosto. O espaço fica aberto 24 horas.

São oito pinturas com mulheres negras, em estilo próprio do autor, onde enfatiza a alegria, devido à variedade de cores. Nas obras há combinação de pincel e espátula, em fundo abstrato e subjetivo, com técnica criada pelo artista. A exposição está na órbita da comemoração do dia 25 de agosto, em que o governo federal instituiu como Dia Nacional de Teresa de Benguela e da Mulher Negra.

Segundo a coordenadora de Igualdade Racial, Zoraia Braz, a mulher negra é duplamente discriminada, pelo fato de ser mulher e negra.

- Ainda há dificuldades para esse público feminino ocupar os espaços de decisão e de poder. Esse dia visa proporcionar maior reflexão e construção de estratégias que transformem esta realidade herdada historicamente pela nossa sociedade -, explica.

Teresa de Benguela - Foi mulher de José Piolho, que chefiava o Quilombo do Piolho (ou Quariterê), em Guaporé, localizado em Cuiabá, próximo à fronteira de Mato Grosso com a Bolívia. Sob a liderança da rainha Teresa, a comunidade negra e indígena resistiu à escravidão por duas décadas, sobrevivendo até 1770.

Ela comandou a estrutura política, econômica e administrativa do quilombo, mantendo um sistema de defesa com armas trocadas com os brancos ou resgatadas das vilas próximas. Os objetos de ferro utilizados contra a comunidade negra que lá se refugiava eram transformados em instrumento de trabalho, pois dominavam o uso da ferraria.

O Quilombo do Quariterê, além do parlamento e de um conselheiro para a rainha, desenvolvia agricultura de algodão e possuía teares para fabricação de tecidos que eram comercializados fora do quilombo, como também os alimentos excedentes.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário