Macaé News
Cotação
RSS

Macaé - Merenda municipal com produtos da Agricultura Familiar

Publicado em 08/07/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Com o retorno das aulas na próxima segunda-feira (14), os gêneros alimentícios produzidos pela Agricultura Familiar, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar, serão novamente incluídos na merenda da rede municipal de ensino. Para o reforço da alimentação escolar, todos os gêneros são produzidos de acordo com as boas práticas agrícolas e de fabricação no município.

No decorrer deste mês, as 103 escolas municipais vão continuar recebendo produtos das cooperativas agropecuárias de Macaé, como a de produtores e trabalhadores rurais do Assentamento Celso Daniel e do Sana. Entre os gêneros estão alface, aipim, salsa, cebolinha, quiabo, inhame, banana prata e de água, além de ovos e iogurte. Os produtores familiares foram cadastrados pela Secretaria de Agroeconomia.

A merenda das escolas municipais de Macaé está sendo incrementada com produtos da Agricultura Familiar. Com isso, além de atender ao que determina a Lei Federal 11.947/2009, a iniciativa vem beneficiando oito cooperativas e representantes individuais do município. A Coordenadoria de Nutrição da secretaria de Educação adverte que os produtos devem ser produzidos, acondicionados e transportados de acordo com as normas da Vigilância Sanitária.

A secretaria de Educação oferece mais de 58 mil refeições diárias. O cardápio dos estudantes dos segmentos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e Médio conta diariamente com café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar para os estudantes dos turnos da manhã, tarde e noite. Durante a merenda também são oferecidas porções adequadas para cada modalidade de ensino. O cardápio é diferenciado para alunos que apresentam intolerância ao leite, alergia à proteína do leite e ao glúten.

Segundo a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, a intenção é que a merenda escolar continue garantindo o melhor desempenho dos alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). De acordo com a coordenadora de Nutrição, Rosane de Araújo, para melhor atendimento aos estudantes da rede municipal, mais de 300 merendeiras participaram de um treinamento específico. A capacitação que visa intensificar a qualidade da merenda enfocou temas como  “Manipulação de alimentos”, “Cardápio para alunos com patologias” e “Controle de qualidade”. 

Macaé segue a resolução 26 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A resolução destaca o fortalecimento da Agricultura Familiar e sua contribuição para o desenvolvimento social e econômico local. Para isso, a rede municipal adota políticas e ações que  visam para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população, como disposto na Lei n° 11.346, de 15 de setembro de 2006, que cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Este ano 42 escolas, com mais de 400 alunos, serão atendidos pelo programa, com distribuição feita semanalmente.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário