Macaé News
Cotação
RSS

Nos pênaltis, Holanda vence e encara Argentina

Publicado em 05/07/2014 Editoria: Copa 2014 sem comentários Comente! Imprimir


A Holanda vai enfrentar a Argentina nas semifinais da Copa do Mundo. A Laranja Mecânica derrotou a Costa Rica por 4 a 3, na na disputa de pênaltis, após empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite deste sábado.

O principal destaque foi o goleiro Krul, que entrou na vaga de Cillessen no último minuto de jogo e defendeu os pênaltis cobrados por Bryan Ruiz e Umaña. Fizeram para Holanda: Van Persie, Robben, Sneijder e Kuyt. Para os rivais fizeram: Borges, González e Bolaños.

Na semifinal, os holandeses encaram a Argentina, na Arena Corinthians, na quarta-feira, às 17h. A Holanda, que foi três vezes vice campeão (64, 78, 2010), tenta acabar com a sina.

Antes das quartas de final, os holandeses só haviam disputado uma cobrança de pênaltis em Copas e perdeu para o Brasil por 4 a 2 na semifinal de 1998, na França.

Neste Mundial, a Holanda estreou justamente na Arena Fonte Nova, com uma goleada sobre a Espanha. Depois, venceu, de virada, a Austrália,  passou pelo Chile e virou construída nos minutos finais contra o México.

Grande surpresa desta Copa do Mundo, a Costa Rica deixou os campeões mundiais  Uruguai e Itália pra trás. Terminou na liderança do Grupo D, com um empate sem gols com a Inglaterra. 

Já o rival, a única disputa de pênaltis em Copas tinha acontecido na vitória sobre a Grécia, nas oitavas de final. A Costa Rica deixou o Mundial em glórias, afinal foi a primeira vez que o país disputou as quartas de final. Em 1990 caiu nas oitavas.

O Jogo

No primeiro tempo, os holandeses saíram mais, bem diferente do que seguiu nas partidas anteriores. A jogada mais característica era Robben. E a Costa Rica se defendia como podia, principalmente com o goleiro Navas.

No final do tempo normal, a Holanda bombardeou os rivais de todos os jeitos. Aos 36, Sneijder cobrou falta direto para o gol e carimbou a trave.

A ‘Laranja Mecânica’ ainda assustou por duas vezes. Aos 38, o goleiro Navas, salvou a Costa Rica em um chute de Van Persie. Depois, foi a vez do meia furar na pequena área quando estava sozinho.

Van Persie tentou em cobrança de falta, que o goleiro espalmou.

Aos 47 minutos do segundo tempo,  Blind cruzou pela esquerda, a bola passou por De Vrij e Kuyt e sobrou para Van Persie sozinho, mas Tejeda salvou a bola na linha e ainda carimbou a trave.

Na prorrogação, os holandeses continuaram pressionando com Vlaar e novamente Navas salvou outra vez.

No final, a Costa Rica arriscou, principalmente com Bolaños e Ureña. E a Holanda ainda desperdiçou a última oportunidade na trave, com Sneijder.

No último minuto, o técnico Van Gaal trocou os goleiros. Colocou Cillessen e tirou Krul e deu certo, já que o substituto pegou os pênaltis de Bryan Ruiz e Umaña.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário