Macaé News
Cotação
RSS

Exposição mostra vida e obra do macaense Afrânio da Costa

Publicado em 27/06/2014 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


O primeiro medalhista olímpico do Brasil, na modalidade tiro, foi um macaense, que também se destacou como advogado e ministro do Supremo Tribunal Federal, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Federal de Recursos e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), onde dirigiu e orientou o primeiro alistamento eleitoral em 1945. Estes e outros fatos que marcaram a vida e obra de Afrânio Antônio da Costa serão contados em documentos e fotografias da época na exposição que acontecerá no Espaço Educação Cultura, na Cidade Universitária, desta segunda-feira (30) até o dia 8 de agosto, das 9h às 22h.
 
A entrada é gratuita e toda a população está convidada pela prefeitura, por meio da Fundação Macaé de Cultura (FMC), que realiza o evento em parceria com a Fundação Educacional de Macaé (Funemac), mantenedora da Cidade Universitária. Na mostra o público saberá um pouco desse macaense campeão brasileiro de tiro por 17 vezes e que conquistou, como atleta, 154 medalhas. 
 
Uma histórica viagem para as competições olímpicas de navio e de trem de carga e informações documentadas sobre a carreira na magistratura poderão ser conferidas de perto durante a exposição.
 
A Cidade Universitária está localizada à rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros. O Espaço Educação Cultura da Funemac fica no hall do Prédio Administrativo.
 
História - Afrânio Antônio da Costa nasceu em Macaé em 14 de março de 1892 e faleceu no Rio de Janeiro em 26 de junho de 1979. Foi medalhista nas Olimpíadas de Antuérpia, na Bélgica, em 1920, e registrou o seu nome e a sua personalidade forte também como provedor da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro de 1960 a 1976. 
 
Ganhou medalhas em pistola livre 50 metros e em pistola livre por equipes, em 1922, nos Jogos Olímpicos Latino-americanos, organizado pelo Fluminense Football Club, onde competia. Ajudou a fundar a Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, tendo sido um de seus presidentes, bem como da Associação Metropolitana de Esportes Atléticos (Amea). Era bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais e acumulou na sua vida ainda condecorações e títulos nas várias atividades que exerceu.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário