Macaé News
Cotação
RSS

Casimiro de Abreu alcança meta de vacinação contra a gripe Influenza determinada por Ministério da Saúde

Publicado em 12/06/2014 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Município realiza trabalho de prevenção ao vírus da Influenza nas escolas

Mais de 6 mil pessoas do público alvo foram vacinadas pela Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu, além de outras 1.156 do grupo de comorbidades (hipertensos, diabéticos, portadores de doenças cardíacas), totalizando, quase 7 mil e 200 pessoas vacinadas. Isto permitiu ao município alcançar a meta de 80% estipulada pelo Ministério da Saúde, com a vacinação de 80,67% pessoas, se destacando em relação ao Estado, que atingiu 75,60%.

"Temos por premissa no município alcançar as metas estipuladas e quero mais uma vez parabenizar a equipe que coordenou e atuou na campanha de vacinação. Importante ainda informar que a vacina contra a Influenza permanece disponível em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família do município para o grupo considerado de risco pelo Ministério da Saúde", declarou o Secretário Municipal de Saúde, Edson Mangefesti.

De acordo com a coordenadora do Programa de Imunização, Angélica Pinto da Silva, em determinados grupos essa meta foi ultrapassada em duas vezes, como foi o caso das gestantes, puérperas e idosos. Um resultado considerado muito positivo pela coordenadora. “Isto é fruto do trabalho de equipe que é desenvolvido nas nossas unidades de saúde,” afirmou Angélica.

A dona de casa Greicimar Bastos, de 33 anos, não descuida da saúde do filho Davi Gustavo, de 2 anos, e o levou para tomar a vacina na Policlínica Dr. Manoel Marques Monteiro. “Como ele tem facilidade de pegar gripe e faz parte do grupo de risco, aproveitei que a vacina está disponível nos unidades de saúde da cidade e o trouxe para vacinar. Quero garantir a saúde dele,” disse Greicimar.

 

VISITA ÀS ESCOLAS - Profissionais do Departamento de Educação em Saúde de Casimiro de Abreu estão visitando escolas municipais e estaduais com o intuito de alertar os jovens sobre os cuidados que se devem tomar contra o vírus Influenza, popularmente conhecido como H1N1. O trabalho está sendo desenvolvido porque nesta época do ano, com a chegada do frio, é comum que as pessoas se mantenham mais reclusas, em ambientes fechados, facilitando assim a proliferação do vírus. "Além disto, a chegada dos milhares de turistas às cidades do Brasil para a Copa do Mundo é mais um motivo de preocupação, já que os estrangeiros podem estar infectados com o vírus e a aglomeração nos dias de jogos pode propagá-lo mais facilmente," disse a coordenadora do Educação em Saúde, Jakeline Mesquita. 

Os alunos participam de palestras e recebem informações sobre como devem proceder em determinadas situações por meio de palestras e panfletos educativos. A diretora do Colégio Estadual Mataruna, Jane da Rocha Franco, aprovou a iniciativa. “Eu acho muito positivo dar este recado aos jovens, porque a informação é tudo, pode até salvar uma vida,” disse Jane. 

A coordenadora do Educação em Saúde disse ainda que trabalhar com a prevenção nas escolas é fundamental, já que nas campanhas de vacinação contra a Influenza, só podem tomar a vacina os grupos de pessoas que são mais frágeis e mais suscetíveis ao vírus. “É importante trazer estas informações para o público que não toma a vacina. Evitar a doença sai muito mais barato do que tratar a doença,” acredita Jakeline.

Paralelo a essa ação, a vacina contra a Influenza, disponibilizada através da Campanha de Vacinação iniciada em todo o Brasil no mês de abril, permanece disponível em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família do município para o grupo considerado de risco pelo Ministério da Saúde: crianças de seis meses a cinco anos incompletos, idosos, pacientes com morbidades, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário