Macaé News
Cotação
RSS

Adoção: sessão solene na Câmara dos Vereadores de Campos emociona autoridades e convidados

Publicado em 31/05/2014 Editoria: Assistência Social sem comentários Comente! Imprimir


“Na vida a gente só tem noção do amor quando recebemos amor”. A frase dita pelo vereador Fred Machado resume em tese o que foi a emocionante sessão solene na tarde desta sexta-feira (30/05) na Câmara Municipal em Campos. A sessão, que foi presidida pela vereadora Linda Mara Silva, culminou com a I Semana Municipal de Incentivo à Adoção de Crianças e Adolescentes (Semia), evento realizado na cidade, e que segundo informou o presidente da Fundação da Infância e Adolescência (FMIJ), Thiago Ferrugem, obteve mais de 300 atendimentos.

De acordo com a vereadora Linda Mara, a lei é importante sim para que se possa votar e por em prática a pauta, mas é necessário que o projeto saia do papel e vai para as ruas. Ainda segundo ela, a população precisa estar muito bem informada quanto a isso, pois o que se observa é mais e mais pessoas predispostas a adotar, mas que não tem um preparo adequado para tal.

“Adoção é amor, é do coração. O trabalho é árduo e difícil, mas falta informação da população no que diz respeito a essa questão. Eu vejo muita gente querendo adotar, mas não sabe como agir e nem a quem procurar. É por isso que ainda encontramos várias crianças em casa de acolhimento”, lamentou a vereadora.

“Na vida a gente só tem noção do amor quando recebemos amor”. A frase dita pelo vereador Fred Machado resume em tese o que foi a emocionante sessão solene na tarde desta sexta-feira (30/05) na Câmara Municipal em Campos. A sessão, que foi presidida pela vereadora Linda Mara Silva, culminou com a I Semana Municipal de Incentivo à Adoção de Crianças e Adolescentes (Semia), evento realizado na cidade, e que segundo informou o presidente da Fundação da Infância e Adolescência (FMIJ), Thiago Ferrugem, obteve mais de 300 atendimentos.

De acordo com a vereadora Linda Mara, a lei é importante sim para que se possa votar e por em prática a pauta, mas é necessário que o projeto saia do papel e vai para as ruas. Ainda segundo ela, a população precisa estar muito bem informada quanto a isso, pois o que se observa é mais e mais pessoas predispostas a adotar, mas que não tem um preparo adequado para tal.

“Adoção é amor, é do coração. O trabalho é árduo e difícil, mas falta informação da população no que diz respeito a essa questão. Eu vejo muita gente querendo adotar, mas não sabe como agir e nem a quem procurar. É por isso que ainda encontramos várias crianças em casa de acolhimento”, lamentou a vereadora.

As assistentes sociais Márcia Valéria de Abreu Soares e Soleane do Céu de Souza, que substituíram o juiz da Vara da Infância, Juventude e Idoso de Campos, Heitor Campinho, falaram que é preciso reforçar todo o trabalho que o município vem desenvolvendo, através de programas e projetos sociais.

“Muitas pessoas querem realizar a adoção, mas não sabem como fazer. A divulgação é importante e o incentivo do poder público é fundamental para que essas crianças possam encontrar um lar, uma família e pais que lhes de amor, uma vez que a família biológica não pode oferecer”, ressaltaram as assistentes sociais.

EMOÇÃO NA CASA DE LEIS
A vereadora Linda Mara Silva resumiu a solenidade como um momento especial. Ela, que se emocionou ao contar a história de uma menina que quase adotou, falou da importância em se fazer mais e mais semanas como a ocorrida em Campos.

“Na época em que tive contato com essa menina, ela tinha três anos, e desde o primeiro momento em que a vi senti que era minha. Passei três meses com ela a levando para minha casa. Mas, infelizmente o juiz decidiu pela resocialização da família e eu a perdi. Soube tempos depois que ela tinha voltado para o abrigo e hoje a trouxeram aqui. É uma pena que ainda prevaleça a preferência por bebês e crianças menores de três anos, e as outras vão ficando. Hoje aqui tem muitas crianças e adolescentes e eu vou falar para vocês não desistirem e nem perderem a esperança porque a hora de vocês vai chegar”, disse com os olhos lacrimejados a vereadora.

A promotora da Vara da infância, Juventude e Idoso, Sandra da Hora, também se emocionou ao receber uma homenagem da &39;mãe&39; de criação.

EMANA DA ADOÇÃO
Criada através da Lei 0306/2013, que foi sancionada pela prefeita Rosinha Garotinho, com intuito de estimular a adoção legal e humanizada, a semana teve como objetivo chamar atenção da população. Na ocasião, profissionais da FMIJ realizaram panfletagem explicando o que é a adoção, quem pode adotar, se a criança ou o adolescente deve saber que é adotado, dentre outras informações. De acordo com a lei, a semana será comemorada anualmente entre os dias 25 e 30 de maio.De acordo com o presidente da FMIJ, Thiago Ferrugem, o projeto agora faz parte do calendário estadual. “Hoje eu me sinto muito feliz por ter tido a oportunidade de mudar a vida de tantas pessoas, adolescentes e crianças. Nós do poder público estamos empenhados em dar uma casa, um lar, uma família à essas crianças”, mencionou Thiago que complementou falando do projeto ‘Um Lar para Mim’:

“Esse é um projeto em que a prefeitura vai dar uma ajuda de custo, que vai variar de dois a cinco salários mínimos por mês, aos servidores públicos municipais efetivos, ativos ou inativos que adotarem crianças e adolescentes de 5 a 18 anos incompletos, inclusive, os que têm algum tipo de deficiência de natureza grave ou incurável”, informou.

RECONHECIMENTO
O vereador Rafael Diniz, que pertence a bancada da oposição, reconheceu o trabalho que a prefeitura vem fazendo no que tange às questões da infância e juventude. “Nós temos que reconhecer quando um trabalho é bem feito. Adoção é um ato de amor, mas incentivar a adoção também é um ato de amor, e é por isso que eu quero parabenizar o poder público”.

Ao final da sessão cada um dos convidados que compuseram a bancada receberam flores e uma placa em forma de homenagem.

Compareceram a sessão vereadores, autoridades públicas, crianças e funcionários de abrigos municipais, entre outros convidados.

› FONTE: Ururau


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: