RJ NEWS ONLINE
Cotação
RSS

Professores da Fafima, em Macaé, fazem paralisação nesta quinta-feira

Publicado em 25/11/2020 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Paralisação foi decidida coletivamente por meio de assembleia online realizada pelo Sindicato dos Professores de Macaé e Região (Sinpro) no dia 13 de novembro

Paralisação foi decidida coletivamente por meio de assembleia online realizada pelo Sindicato dos Professores de Macaé e Região (Sinpro) no dia 13 de novembro

Professoras e professores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Macaé (Fafima) vão parar suas atividades por 24 horas nesta quinta-feira, 26 de novembro. A ação é para que a instituição cumpra o pagamento de vencimentos de alguns meses de 2019, 1/3º salário e 1/3 de férias, conforme previsto da Consolidação das Leis Trabalhistas.

A ação foi decidida coletivamente por meio de assembleia online realizada pelo Sindicato dos Professores de Macaé e Região (Sinpro) no dia 13 de novembro.

Uma comissão dos professores juntamente com a diretoria do Sinpro Macaé e Região está promovendo uma programação para abrir diálogo com a Fafima, entre elas reunião com a diretoria acadêmica; uma live informativa para a categoria; e uma nova assembleia virtual.

O Sinpro sempre buscou diálogo com a Fafima para cobrar a regularização dos vencimentos atrasados e a reabertura das negociações para solucionar urgentemente estes casos agravantes de atrasos salariais.
“A Faculdade não apresenta soluções para os problemas que retiram direitos e reduzem os postos de trabalho e cursos, como, por exemplo, o de matemática”, declarou a presidente do Sinpro Macaé e Região, Guilhermina Rocha.
No mesmo dia da paralisação, 26, haverá uma nova Assembleia Virtual, às 18h, onde os professores e o Sinpro irão avaliar, debater e deliberar sobre irregularidades trabalhistas praticada pela Fafima. “Ainda é possível conveniência de deflagração de movimento grevista em razão do não cumprimento de acordo coletivo”, concluiu Guilhermina.

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário