Macaé News
Cotação
RSS

Macaé fortalece relações internacionais com Reino Unido

Publicado em 29/10/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Dr. Aluizio ressaltou a importância do crescimento econômico, com a abertura de vagas de emprego e observou que Aberdeen é sinônimo de desenvolvimento

Dr. Aluizio ressaltou a importância do crescimento econômico, com a abertura de vagas de emprego e observou que Aberdeen é sinônimo de desenvolvimento

O prefeito Dr. Aluizio assinou, nesta quinta-feira (29), no gabinete, memorando de entendimento (MoU) entre a Prefeitura de Macaé e a Prefeitura de Aberdeen, com o objetivo de promover a colaboração entre Aberdeen e Macaé, no papel de principais parceiros estratégicos, em relação ao desenvolvimento dos setores de energia em cada cidade. Por videoconferência, o representante da prefeitura de Aberdeen, Baillie John Reynolds, firmou o acordo bilateral, tendo como representante o Cônsul-Geral Britânico, Simon Wood.

"Esse é um momento especial para a cidade, pela semelhança e proximidade com Aberdeen e (a parceria) é uma boa nova - destacou o prefeito, lembrando da indústria de óleo e gás que marca a economia dos dois municípios. Dr. Aluizio lembrou do momento de pandemia global e pontuou que o momento é de reflexão e que a indústria de óleo e gás também passa por este enfrentamento. "Temos que ter um olhar de compreensão maior, de toda forma é preciso que a indústria de óleo e gás continue produzindo e sendo a energia que ela é com o trabalhador", disse.  

Dr. Aluizio ressaltou a importância do crescimento econômico, com a abertura de vagas de emprego e observou que Aberdeen é sinônimo de desenvolvimento e Macaé também trilha este caminho. "A perspectiva é que em um futuro próximo, possamos fazer enfrentamento com mais qualidade de vida para todo mundo, com emprego, sustentabilidade e uma nova forma de convivência que precisa que todos nos adaptemos", citou, agradecendo o consulado britânico.

O memorando tem vigência de três anos e visa estabelecer uma relação formal entre as cidades, após identificação de objetivos em comum. O documento prevê a colaboração entre Aberdeen e Macaé sobre transição energética por meio de projetos estratégicos de energia verde; promover e facilitar atividades cívicas e comerciais entre as duas cidades, conforme apropriado, assim que surgirem as oportunidades e a transferência de experiência, melhores práticas, informações e recursos com o objetivo de fomentar o investimento e produtividade neste setor para o benefício de ambas cidades.

“Estamos muitos felizes com o início desta importante colaboração entre Aberdeen e Macaé. As cidades são polos de petróleo e gás em seus países e têm muito em comum. Macaé é a cidade brasileira com maior presença de empresas britânicas na área de energia e Aberdeen se tornou também um hub para tecnologias e inovação em fontes renováveis. Acreditamos que a troca de experiências e parceria entre as duas cidades renderão frutos econômicos importantes e colaborarão com os compromissos dos respectivos países em acelerar a transição energética rumo a uma economia de baixo carbono”, afirmou o Cônsul-Geral Britânico, Simon Wood.

VIGOR ECONÔMICO - Simon Wood informou que Macaé possui 35 empresas britânicas instaladas. "Nossos dois países estão comprometidos com a transição energética e um futuro com menos emissões de carbono", considerou.

Por video, o representante da prefeitura de Aberdeen, Baillie John Reynolds, frisou que uma das maiores vantagens da indústria de petróleo e gás é a empregabilidade, mas que no Reino Unido enfrenta baixa no pós Covid-19. "Macaé e Aberdeen estão na mesma área, de indústria de petróleo e gás, olhando para os renováveis e formas para no futuro empregar os cidadãos", comentou.

Aberdeen é uma cidade de cerca de 200 mil habitantes da Escócia, um país no extremo norte do Reino Unido e tem sua economia voltada para a exploração petrolífera, sendo a base britânica da exploração offshore de petróleo no Mar do Norte.

A parceria vai intensificar as oportunidades para a construção de relações relevantes entre as principais entidades do setor público e privado entre as cidades. Aberdeen, conforme apropriado, deverá dar suporte à tentativa de Macaé de fazer parte da Parceria Global de Energia para as Cidades.

O memorando de entendimento será examinado anualmente em uma reunião cívica a ser realizada em cada uma das cidades em anos alternados. As cidades vão examinar o documento até 31 de dezembro de 2023, para observar seu progresso e atualizar o conteúdo conforme julgar necessário.

Foco é geração de emprego e crescimento econômico

Tanto Macaé quanto Aberdeen se comprometeram a concentrar na atividade que irá gerar os resultados dos negócios, empregos e crescimento. Com esse objetivo, as cidades farão todo o possível para reunir informações sobre os negócios existentes, atividades técnica e acadêmica.

O acordo assinado nesta quinta é um desdobramento de reunião realizada em setembro por videoconferência entre o prefeito de Macaé, Dr. Aluizio e representantes do governo britânico. A reunião firmou Macaé como representante brasileira do World Energy Cities Partnership (WECP - Parceria Mundial de Cidades Energéticas), que conta com 19 cidades participantes. A WECP integra as principais cidades energéticas de todos os continentes comprometidos em promover a transição para um futuro energético mais sustentável e tem como atual presidente, Aberdeen.

A cerimônia de assinatura no gabinete do prefeito cumpriu todas as medidas de segurança sanitária preconizadas pelas autoridades em saúde mundial. Todos estavam de máscaras e participaram também o cônsul honorário britânico, Barrie Lloyd Jones e os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Gerson Martins e de Turismo, Léo Anderson.  

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário