Macaé News
Cotação
RSS

Rei do Futebol faz 80 anos! Atleta do Século, Pelé transformou a história do esporte

Publicado em 23/10/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O dia 23 de outubro de 1940 foi um dia especial na história do Brasil. Nascia o Atleta do Século, o Rei do Futebol, a Majestade das Quatro Linhas, aquele que mudaria para sempre a história do esporte o transformando no mais popular do mundo e também colocaria o Brasil no cenário mundial. Nesta sexta-feira, Edson Arantes do Nascimento completa 80 anos. O Rei Pelé que revolucionou o futebol, colecionou muitas conquistas e também foi uma figura bastante marcante fora dos gramados. O Jornal O Dia faz uma homenagem a essa figura que é uma das maiores personalidades da história do nosso país. Parabéns, Rei!

Antes de Pelé, o Brasil não tinha títulos de Copa do Mundo e não estava entre as seleções mais respeitadas naquela época. Aos 17 anos, o jovem menino chegou à Suécia como aposta, ganhou a titularidade e  carregou a Seleção ao seu primeiro título mundial, em 1958, com direito a uma atuação de gala na grande final. O camisa 10 marcou dois gols na goleada sobre os donos da casa por 5 a 2, sendo o jogador mais jovem a balançar as redes em final de Copa. A partir daí, Brasil e Pelé passaram a ser sinônimo de futebol bem jogado.

Em seguida, com a presença de outros grandes jogadores, Pelé e cia conquistaram mais duas Copas (1962 e 1970), ultrapassando naquela época o Uruguai em número de títulos. Com a taça levantada no México, o Brasil ficou com a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Único tricampeão mundial como jogador, o Rei também lidera a lista de artilheiros da seleção brasileira, com 95 gols em 115 partidas.

Pelo Santos não foi diferente. Antes do Rei, o Peixe jamais tinha conquistado o Campeonato Brasileiro, Libertadores e Copa Intercontinental. Pelé foi hexacampeão nacional, bicampeão da América e do Mundial de Clubes. Maior artilheiro da história do futebol, foram poucos jogos em que o camisa 10 não balançou as redes. Em 1116 jogos, marcou 1091 gols. Simplesmente Pelé. Ao todo, o Rei fez 1281 gols em 1363 jogos.

Tantas conquistas e a soberania no esporte fizeram com que Pelé fosse reconhecido como o maior jogador de todos os tempos. No entanto, a soberania do super atleta transcendeu o futebol. O Comitê Olímpico Internacional também o elegeu como atleta do século, mesmo ele nunca tendo atuado em uma partida dos Jogos Olímpicos.

Acostumado a driblar seus adversários dentro de campo, Pelé não conseguiu evitar as polêmicas fora dele. Ao longo de sua carreira, o melhor jogador da história lidou com alguns momentos turbulentos. Como foi o caso do seu relacionamento com a apresentadora Xuxa.

Ela conta que Pelé desistiu do namoro entre eles após descobrir que ela era virgem: "Ele disse que não queria ter a responsabilidade de ser meu primeiro homem", disse ela em seu livro Memórias. No entanto, tempos depois e com a tal questão resolvida, o namoro foi reatado e durou cerca de seis anos.

Ainda segundo Xuxa, partiu dela a decisão de terminar o relacionamento após descobrir diversas traição do então atleta: "Ele me falava: &39;O Pelé precisa sair hoje&39;. E nessas eu era traída loucamente. Já aconteceu de, em festas, eu ver que ele estava com marcas de batom na boca que não era o meu. Para ele, aquilo era normal: &39;As mulheres querem ficar com o Pelé&39;, diz ela abertamente em sua bibliografia.

O Rei do Futebol também se envolveu em polêmicas com o ex-jogador Diego Maradona. O ídolo argentino estimulava uma rivalidade com Pelé e afirmava ter sido o melhor jogador de todos os tempos. O Pibe costumava utilizar um tom pejorativo e chamar o Rei do Futebol de "El Negro". Tal declaração, rendeu críticas a Maradona, que foi acusado de racismo.

Em 2010, quando era técnico da seleção da argentina, Maradona disse que o brasileiro deveria voltar ao museu: "Eu já ganhei dele a preferência das pessoas. Ele que volte ao museu. Como não trabalha, não faz nada, então insiste em falar de mim. Quer uma briga. Ele nem pode entrar na concentração do Brasil".

As declarações foram feitas após Pelé afirmar que o argentino não seria um bom treinador. Para o Rei do Futebol, Maradona não era um bom exemplo para os argentinos devido os seus problemas dentro e fora de campo com substâncias proibidas.

"Gostaria de agradecer ao Pelé por estar aqui conosco. Gostamos muito dele e sabemos quem foi e quem sempre ele será. Pelé é bem-vindo à nossa família. Sem mais brigas, te prometo", disse o argentino durante um evento em 2016.

Outra polêmica que Pelé se envolveu no futebol foi em relação a Romário. Após ter sido aconselhado pelo Rei do Futebol a encerrar a sua carreira, o ex-atacante campeão do mundo com a seleção brasileira criticou Pelé e afirmou que o tricampeão do mundo "calado era um poeta".

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário