Macaé News
Cotação
RSS

Quem não é visto, não é lembrado: Investimento com publicidade deve fazer parte do planejamento das empresas

Publicado em 01/10/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Fernanda Viseu destaca a importância de diversificar na divulgação

Fernanda Viseu destaca a importância de diversificar na divulgação

Aquele velho ditado de "quem não é visto, não é lembrado" deveria ser utilizado como um mantra para as empresas que querem prosperar no seu negócio. Especialistas entendem que, para isso, o investimento em ações de marketing e publicidade devem fazer parte do planejamento orçamentário da empresa e colocado como algo essencial, principalmente no momento de retorno das atividades econômicas, que a região e o país vivem atualmente.

Alexandre Matos, que é proprietário de uma agência publicitária em Macaé, afirmou que não existe a possibilidade de uma empresa não trabalhar com divulgação. "Seja pelas redes sociais, com a criação de site, anúncios, tudo isso é importante para fortalecer a marca. Se você não aparece, a tendência é enfraquecer a sua marca. Já quando você é visto em vários lugares, em diferentes tipos de divulgação, a probabilidade do cliente lembrar de você quando precisar do seu serviço é muito maior", ressaltou Alexandre.

O case muito claro sobre esse assunto é o caso das marcas Assolan x Bombril. Por muitos anos, a Bombril tomou o mercado, sendo a mais reconhecida no ramo de esponja de aço, devido à massificação da divulgação. Mas assim que a Brombil abriu uma brecha com relação à divulgação, a Assolan veio com um investimento alto na publicidade, tomando parte considerável da fatia do mercado, obrigando a Bombril ressuscitar o seu eterno garoto-propaganda.

O empresário de Macaé, Marco Antônio, disse que aproveita todas as oportunidades de divulgação que encontra para obter resultados. "É aquela história, a galinha quando coloca seu ovo cacareja bem alto e todos ficam sabendo. E ovos de galinha são os que mais vendem. Já a pata coloca até ovos mais bonitos, mas não faz barulho e ninguém quer saber. Temos que divulgar para ter resultados. Eu faço divulgação por panfleto, pelas redes sociais, agora, pelo jornal impresso. O importante é que o cliente veja a minha empresa", frisou.

A esteticista Dominique Amorim também é uma empresária defensora da divulgação. Para ela, a propaganda é realmente a alma do negócio. "Toda vez que eu faço divulgação do meu trabalho, eu tenho clientes novos ou pelo menos pessoas interessadas em conhecer mais sobre o meu trabalho. Por isso, nunca paro de divulgar, buscar parcerias, e não deixar meu nome cair no esquecimento", contou.

Para Fernanda Viseu, jornalista e proprietária de uma agência de comunicação em Macaé, é importante que os empresários entendam que a publicidade não deve fazer parte da lista de primeiros itens a serem cortados, em caso de redução de gastos, ao contrário, é neste momento que o marketing deve ser reforçado.

"Principalmente, em momento de crise, se a pessoa decide ficar mais retraída em relação à divulgação seu negócio, ela não será vista. Enquanto isso, o seu concorrente estará levantando o nome da sua marca e a tendência é que ele tenha melhores resultados", comentou Fernanda Viseu.

De acordo com Fernanda, para uma empresa ser líder no mercado é necessário que ela e a agência estejam ligadas em investir tanto na publicidade tradicional quanto nas redes sociais, respeitando e se adaptando à característica de cada meio, pois o público está consumindo várias mídias ao mesmo tempo e está cada vez mais exigente em relação à qualidade do que se anuncia.

"Todo tipo de divulgação é importante, inclusive o jornal impresso, que é uma plataforma que ainda carrega consigo uma grande credibilidade. Ao anunciar no jornal impresso, a credibilidade do veículo acaba sendo estendida aos seus anunciantes", finalizou Fernanda. 

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário