Macaé News
Cotação
RSS

Plantar se tornou uma terapia durante a quarentena

Publicado em 26/09/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O horto se surpreendeu com o aumento da procura por plantas após a reabertura do comércio

O horto se surpreendeu com o aumento da procura por plantas após a reabertura do comércio

As plantas, muitas das vezes consideradas medicinais, se tornaram, de fato, um santo remédio para muitas pessoas durante o isolamento social. O interesse pelas plantinhas, principalmente hortas, aumentou durante este período e acabou se tornando uma terapia para muitos.

Cristiane Melo, que é proprietária de um horto, no bairro Mariléia, em Rio das Ostras, contou que estava preocupada com a questão da quarentena, mas que se surpreendeu com as vendas quando pode reabrir seu espaço.

"Eu fiquei tão preocupada com o fechamento das lojas, mas quando veio a reabertura, meu movimento melhorou muito. A procura é por todos os tipos de plantas, mas percebi um interesse maior pelas hortas e em plantas que suportam ficar dentro de casa", explicou.

Cristiane explicou ainda que não existe um tipo de planta mais fácil para plantar, o ideal é identificar o perfil da pessoa e encontrar algo que ela se identifique e tenha prazer em cuidar. "No horto, nós sempre ajudamos o cliente a encontrar o tipo ideal, de acordo com seu perfil. Quando ele encontra, nós o orientamos como cuidar, indicamos o melhor adubo, a quantidade de água, enfim, o tratamento completo para que a planta fique bem bonita e o cliente se empolgue em voltar", contou.

Rejane Tavares, que também é proprietária de um horto em Rio das Ostras, revelou que teve muitos clientes novos. "Devido à quarentena, houve um grande aumento na demanda de compras de plantas e insumos. As pessoas procuram para cultivos tanto plantas para paisagismos, quanto frutíferas e hortaliças, pois foi um meio de distração e também de terapia. Já ouvi muitos clientes mencionarem que não gostavam de cultivar e agora não conseguem mais largar o plantio. Foi um período difícil e as pessoas encontram nas plantas uma forma de terapia e até companhia", comentou.

Andressa Reis é um exemplo das novas adeptas aos jardins e hortas. Apesar dos seus sogros terem um sítio e trabalharem com agricultura, ela nunca havia encontrado tempo, em meio à rotina agitada, para se dedicar às plantas. Durante a quarentena, descobriu nas folhas uma forma de cuidar da sua saúde mental.

"Eu comecei sem muita pretensão, fiz uma hortinha com algumas coisas que uso no dia-a-dia. Elas foram crescendo e ficando bonitas, o que fez com que meu interesse aumentasse. Fui pegando uma mudinha com um amigo, outra mudinha com outro, comprando algumas e até mesmo plantando a partir das sementes do que consumimos em casa. No meio disso tudo, descobri que essa conexão com a natureza faz realmente bem para mente e para alma", garantiu.

A jovem ainda foi mais além e hoje, com a ajuda da internet, busca enfeitar seu jardim, através de artesanatos feitos com tudo que se tornaria lixo. "Tudo que eu vejo na internet, eu já quero fazer para o meu jardim. Estou cheia de ideias, até com pote de margarina. Meu jardim, com certeza, está dando uma nova vida para a casa", reforçou.

O casal Paulo Henrique e Isabel Alamar também entraram no ritmo de plantação durante a quarentena e ainda levaram os netos juntos. "Eu sempre gostei de plantar, mas neste período ficou mais fácil, por causa do tempo em casa. Quando meus netos chegam aqui em casa, sempre me vêem mexendo nas plantas e decidiram que queriam ser ‘fazendeiros’. Nessa brincadeira, acabaram plantando um pé de cacau, que se tornou a árvore mais especial de casa", contou Paulo. 

Primavera pode ser um incentivo para plantar

A chegada da primavera na última terça-feira, 22 de setembro, e o dia da árvore celebrado também nessa semana (21 de setembro), podem incentivar as pessoas a iniciarem o plantio em casa.

A primavera é a estação das flores. Estudos mostram que é nessa época que a grande maioria das plantas costuma florescer. Por ser tratar de um período propício, as opções de cultivo crescem e os polinizadores começam a aparecer no jardim com frequência.

A época também é considerada boa para plantar jiló, melões, espinafres, salsas, mamão, melancias e maracujá.

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário