Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura debate criação do Conselho de Ciência e Tecnologia em Rio das Ostras

Publicado em 26/05/2014 Editoria: Tecnologia sem comentários Comente! Imprimir


Divulgação

Divulgação

Evento integrou programação do II Encontro da Cidade com a Ciência de Rio das Ostras

Na sexta-feira, 23, foi realizada, na Câmara de Vereadores, uma mesa-redonda para criação do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Rio das Ostras. O debate integrou a programação do II Encontro da Cidade com a Ciência de Rio das Ostras, promovido nos dias 22 e 23 de maio.

Durante o debate, foram abordados os temas “Rio das Ostras e a Iniciação Científica - PROINPE”, com a subsecretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nelma Ferreira;  “A função dos Conselhos Municipais”, da professora Ivânia Ribeiro; e “Participação e Controle Social”, com o coordenador do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio das Ostras, Renê Dutra.

“No I Encontro da Cidade com a Ciência, realizado em junho do ano passado, ficou claro que a população desejava que o Município tivesse um prêmio de fomento à Pesquisa e, ainda, um Conselho só para a área. Com o PROINPE, Prêmio Rio das Ostras de Incentivo à Pesquisa, iremos premiar os melhores professores da rede municipal”, destacou Nelma Ferreira.  

No encontro, Ivânia Ribeiro, ex-secretária de Serviço Social de Macaé, abordou sua experiência na formação de Conselhos. “Participar de Conselhos Municipais foi um direito garantido a duras penas pela sociedade, uma importante conquista. Os novos conselheiros deverão propor ações concretas”, defendeu.

De acordo com a professora, o novo Conselho deve sair de uma conferência convocada pela Administração Pública que tenha a participação de todos os setores da sociedade. “Só assim terá representatividade e poderá pluralizar discussões importantes em nosso Município”, completou.

Renê Dutra, que participou da criação de diversos Conselhos em Rio das Ostras nos últimos anos, lembrou o papel das associações de moradores na emancipação da cidade e a importância dos futuros conselheiros. “Os Conselhos devem, por exemplo, problematizar a Saúde que queremos, debater a Educação que merecemos. Essas discussões passam pelo modelo de sociedade que desejamos construir para nós e nossos filhos. Precisamos definir qual é o papel dos futuros conselheiros na construção de políticas públicas”, ressaltou.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário