Macaé News
Cotação
RSS

TCC de Mecatrônica apresenta projeto de monitoramento de portaria por sistema de rádio frequência

Publicado em 11/09/2020 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Jullia Medeiros Figueiredo, defendeu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Controle de Acesso em Condomínios por Leitor RFID”

Jullia Medeiros Figueiredo, defendeu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Controle de Acesso em Condomínios por Leitor RFID”

Com o intuito de demonstrar a Tecnologia de Identificação por Rádio Frequência (RFID) com aplicação cotidiana, a estudante do Curso Técnico de Mecatrônica do Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo, Jullia Medeiros Figueiredo, defendeu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Controle de Acesso em Condomínios por Leitor RFID”.

 Com uma apresentação realizada de forma muito didática e clara pela Plataforma Microsoft Teams, a estudante conquistou elogios por parte da banca de defesa e para concluir o curso técnico necessitará apenas da conclusão do estágio, que será finalizado em momento oportuno.

O sistema criado é um controle de acesso em condomínios, no qual “cada morador” (fictício) apresenta um chaveiro com número de identificação. O acesso só é permitido para aqueles que possuem o número de identificação cadastrado no sistema ou que digitem a senha correta. A leitura desse número de identificação ocorre a partir do Leitor RFID, por ondas de Rádio Frequência, havendo ainda uma senha geral.

De acordo com Jullia, foi preciso montar uma maquete de portaria de condomínio residencial com o objetivo de aplicar de forma didática a tecnologia apresentada.

“Foi um desafio construir um trabalho com uma estrutura física que envolve tanta prática e tantos componentes, sem acesso ao laboratório como o do Colégio Castelo e com a comunicação com os professores apenas de forma online. Mas o apoio dispensado pelos mesmos e pela coordenadora Fátima Neves foi primordial para que tudo desse certo”, revelou, ressaltando que “finalizar um curso técnico é um privilégio, pois vou sair do Ensino Médio podendo ingressar no Mercado de Trabalho, já com uma experiência técnica, com um currículo e ainda com uma noção de curso superior no qual quero ingressar”, finalizou Jullia, que também é aluna do Ensino Médio do Colégio Castelo.

› FONTE: Ascom Salesiana


sem comentários

Deixe o seu comentário