Macaé News
Cotação
RSS

Procuradores da Lava Jato em SP pedem demissão coletiva após saída de Dallagnoll

Publicado em 03/09/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Sete procuradores da força-tarefa  da Lava Jato em São Paulo pediram desligamento nos trabalhos da operação ao procurador-geral da República Augusto Aras.

No documento, os procuradores afirmam haver incompatibilidades insolúveis&39; com a procuradora natural dos feitos da Lava Jato, Viviane de Oliveira Martinzes.

A debandada do grupo acontece um dia depois do coordenador da força-tarefa no Paraná, Deltan Dallagnol, anunciar sua saída da operação . Dallagnol alegou que sua saída ocorreu por motivos de saúde de sua filha de um ano e 10 meses que passará por exames e tratamento médico. Ele será substituído por Alessandro José Fernandes de Oliveira, que atualmente faz parte do grupo de trabalho da Lava Jato da Procuradoria-Geral da República (PGR) e que tem perfil mais discreto e moderado.

O grupo da força-tarefa paulista acumulava derrotas recentes em investigações contra o senador José Serra (PSDB). Em decisão na semana passada, o ministro Gilmar Mendes ampliou liminar concedida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, e suspendeu a ação penal contra Serra por acusação de recebimento de propinas da Odebrecht.

Fonte:ultimosegundo

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário