Macaé News
Cotação
RSS

CCZ segue com ações no município

Publicado em 17/08/2020 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Os agentes do CCZ vão percorrer os principais canais da cidade fazendo o levantamento do índice larvário do pernilongo

Os agentes do CCZ vão percorrer os principais canais da cidade fazendo o levantamento do índice larvário do pernilongo

Ações de controle das zoonoses prosseguem em vários pontos da cidade. A Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), reforça os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, além do controle de roedores e do culex (pernilongo).

Durante toda a semana, os agentes de endemias realizarão visitas domiciliares com orientação a respeito de controle do Aedes, aplicação de larvicida e controle mecânico.

As equipes também irão atuar em pontos estratégicos como empresas, praças, borracharias e depósitos de materiais recicláveis com orientação, inspeção, eliminação e aplicação de inseticida de ação residual nos depósitos, por meio de bombas aspersoras. Até sexta-feira (21), eles irão percorrer os bairros São José do Barreto, Nossa Senhora da Glória, Imboassica, Virgem Santa, Costa do Sol, Visconde de Araújo e Miramar.

Culex -  Os agentes do CCZ vão percorrer os principais canais da cidade fazendo o levantamento do índice larvário do pernilongo, através da técnica de conchadas. A técnica consiste na coleta de água do canal para verificar a quantidade de larvas. A partir das amostras, os agentes fazem a aplicação de larvicida biológico. O controle químico é feito com máquina pulverizadora costal ao longo das margens dos canais.

Roedores - A equipe de desratização fará o trabalho de controle de roedores nos bairros: Visconde de Araújo (18/08); Sol y Mar (19/08); Lagomar (20/08); Cajueiros (21/08). Nesta segunda-feira (17/08), foi feito no Centro.

A orientação dos agentes é para que a população evite o acúmulo de lixo e respeite o dia de passagem do caminhão de coleta. Eles alertam que os ratos são transmissores da leptospirose, doença que pode matar. A doença é transmitida pela urina do rato e a contaminação se dá, geralmente, pela ingestão ou contato da pele com água contaminada.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário