Macaé News
Cotação
RSS

Consumo regular de frutas, legumes e verduras ajudam no combate ao colesterol ruim

Publicado em 23/05/2014 Editoria: Entrevista sem comentários Comente! Imprimir


Pedro Panesi

Pedro Panesi

» Dieta rica em fibra reduz risco de doenças cardíacas 
 
Recentemente, uma pesquisa publicada no Canadian Medical Association Journal chamou a atenção para os benefícios que o consumo diário de leguminosas, como o feijão, lentilha ou o grão-de-bico podem proporcionar ao organismo, agindo diretamente no combate ao LDL, popularmente conhecido como ‘colesterol ruim’ reduzindo assim, os riscos de doenças cardíacas.
 
Em contrapartida, o especialista em cardiologia, Dr. Marcelo Henrique Raposo, destaca que além das leguminosas, uma dieta natural baseada em frutas, legumes e cereais, pode também ajudar no combate a esse tipo de doença. Ocorre que esses alimentos são ricos em fibras, substâncias não absorvíveis pelo nosso organismo, mas que desempenham um papel importantíssimo na redução do LDL, diminuindo sua absorção e forçando a sua eliminação nas fezes através da bile.
 
 Para se chegar a uma melhor definição do que consiste e como atua o tão famoso LDL, Dr. Marcelo propõe uma rápida contextualização: “O colesterol é um tipo de gordura presente nos alimentos de origem animal, tais como a carne, leite e ovos, mas quando ingerida, apenas uma pequena quantidade é aproveitada pelo organismo para a produção de substâncias celulares e hormônios, a maior parte dessa gordura tende a ser eliminada pelo fígado através da bile. Os riscos vêm quando ingerimos o colesterol em excesso, e então este passa a ser absorvido em maior quantidade elevando assim os seus níveis no sangue”.
 
Segundo o especialista, uma vez inserido no organismo, o colesterol é transportado por proteínas, que se unem formando as chamadas lipoproteínas, que podem ser de dois tipos: Lipoproteína de Alta Densidade (HDL), também conhecida popularmente como ‘colesterol bom’, já que evita a deposição do colesterol nas artérias e facilita a sua eliminação, e a Lipoproteína de Baixa Densidade (LDL), que vem a ser o grande vilão da história, pois se adere às paredes dos vasos sanguíneos provocando entupimentos, e consequentemente, eventos isquêmicos como acidade vascular cerebral, doença coronariana, dentre outras.
 
“É muito importante ressaltar que o nível adequado de colesterol total no sangue deve estar abaixo de 200 mg/dl, o nível de HDL, superior a 60/MG/dl e o de LDL deve estar abaixo de 100 mg/dl. E que além da dieta natural rica em fibras, existe o controle do colesterol através de terapia medicamentosa, a ser realizado sob um acompanhamento médico” acrescenta o doutor.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário