Macaé News
Cotação
RSS

Macaé realiza reuniões com segmentos ainda não liberados

Publicado em 04/08/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O objetivo é a criação de protocolos de segurança para a abertura gradual e futura.

O objetivo é a criação de protocolos de segurança para a abertura gradual e futura.

Após cinco meses de trabalho intenso com a implementação de medidas de controle do coronavírus, Macaé iniciou, esta semana, mais uma fase para o andamento da flexibilização das atividades no município. Conforme previsto no artigo 4º do decreto 111/2020, a prefeitura está realizando reuniões com representantes de segmentos ainda não autorizados a funcionar. O objetivo é a criação de protocolos de segurança para a abertura gradual e futura.

As reuniões acontecem por videoconferência sendo conduzidas pelo prefeito Dr. Aluizio. Na segunda-feira (3), foram ouvidos os representantes de bares e restaurantes; nesta terça (4), os de academias. A agenda da semana continua com os responsáveis pelos shopping centers na quarta (5), encerrando na quinta (6) com o segmento de igrejas e templos religiosos.

Atualmente, Macaé encontra-se na faixa amarela do índice que mede o grau de contaminação do Covid. O trabalho contínuo e a flexibilização progressiva da liberação das atividades são fatores considerados fundamentais para que as taxas continuem reduzindo. “Estamos em busca da faixa verde do Covid. Tudo isso às custas de restrições e cautela, sofrimento e mortes. Ainda há muitas dificuldades que serão vencidas. Ou lutamos juntos ou perderemos todos”, declarou, recentemente, Dr. Aluizio, por meio de sua rede social.

Todos estes segmentos que estão participando das reuniões com a prefeitura já haviam apresentado ao governo municipal protocolos próprios com propostas para reabertura. Agora, com os encontros virtuais, o assunto está sendo debatido e ajustado para que futuramente, por meio de novos decretos, as atividades sejam liberadas, seguindo todas as normas de segurança pertinentes a cada uma. 

Planejamento estratégico é marca do enfrentamento ao Covid em Macaé

Macaé possui um Plano de Retomada estruturado com parâmetros e critérios de flexibilização de atividades conforme o indicativo de risco de contaminação pelo coronavírus. Além das faixas amarela (risco moderado) e verde (risco baixo), a classificação possui ainda as faixas vermelha (risco muito alto) e laranja (risco alto).

O planejamento das medidas adotadas pelo governo municipal sempre primou para que, além de diminuir o alcance do contágio, toda a população pudesse ter acesso aos equipamentos de saúde para um tratamento digno e de qualidade. Desta forma, o município conseguiu reduzir o pico de contágio, evitando a superlotação de unidades e falta de leitos médicos adequados, o que em nenhum momento ocorreu. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde nesta terça-feira (4), o índice atual de ocupação de leitos é de 38,6%.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário