Macaé News
Cotação
RSS

Caixa vai abrir 83 agências neste sábado para sacar R$ 600

Publicado em 31/07/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


A Caixa Econômica abre amanhã 83 agências no Estado do Rio para atendimento aos beneficiários do auxílio emergencial, das 8h às 12h. Em todo o país, 717 agências vão funcionar. As unidades estarão disponíveis para saque dos R$ 600 para nascidos em fevereiro e março.

Cerca de 7,4 milhões de beneficiários nesses dois meses estão aptos a retirar o benefício nos caixas eletrônicos, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, além de transferir valores para contas da Caixa ou de outros bancos. Depois deste sábado, a próxima leva será em 8 de agosto para nascidos em abril, para mais de 3,8 milhões de beneficiários.

Já os nascidos em maio recebem no dia 13 e os aniversariantes de junho no dia 22 de agosto. A última leva em agosto será para os nascidos em julho, no dia 27. O calendário segue em setembro para nascidos de agosto a dezembro.

A relação de agências que estarão abertas pode ser conferida em www.caixa.gov.br. A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas à espera de atendimento. Todas as pessoas que comparecerem serão atendidas no mesmo dia. A mesma orientação é válida para o atendimento de segunda a sexta, entre 8h e 14h, em todas as agências.

Os ciclos de crédito em conta e saques em espécie seguem até dezembro para o pagamento das cinco parcelas definidas pelo governo federal para o público do CadÚnico e para quem se cadastrou pelo aplicativo "Caixa | Auxílio Emergencial" ou pelo site.

Para a próxima semana, há expectativa de liberação do benefício de um novo lote de aprovados após contestação. Na terça-feira, a Dataprev liberou mais de 805 mil pedidos por meio do site e aplicativo entre 23 de abril e 19 de julho. Ontem, Mauro de França Coutinho, 48 anos, depois de longa peregrinação com a Dataprev e a Caixa teve resposta positiva para o auxílio emergencial. "Estou muito feliz, pois foi longo processo para conseguir o benefício", comemorou.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário