Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura de Macaé pune funcionários que receberam Auxílio Emergencial indevidamente

Publicado em 16/07/2020 Editoria: Política sem comentários Comente! Imprimir


No total, 257 profissionais tiveram contratos cancelados e 21 comissionados foram exonerados

No total, 257 profissionais tiveram contratos cancelados e 21 comissionados foram exonerados

Profissionais contratados, comissionados e efetivos da prefeitura de Macaé receberam uma punição, nesta quinta-feira (16), por receberem indevidamente o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Os profissionais comissionados e contratados temporariamente tiveram os seus vínculos cancelados pelo executivo, já os funcionários efetivos foram encaminhados para a Procuradoria Geral do Município, para abertura de Verificação Preliminar de Informação.

No total, duzentos e cinquenta e sete pessoas tiveram contratos temporários cancelados, 21 comissionados foram exonerados e um servidor teve a gratificação cancelada. O total de servidores que foram encaminhados para a procuradoria não foi divulgado.

O Macaé News realizou um levantamento entre os exonerados e foi verificado que 11 pessoas recebiam R$ 1.547, 25; cinco tinham salário de R$ 2.202,47; três pessoas recebiam R$ 3.234,16 e duas tinham cargo de R$ 6.117,17.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social foi a com maior número de profissionais exonerados, total de cinco pessoas; seguida da Secretaria Municipal de Esportes, Secretaria Municipal Adjunta de Interior e Secretaria Municipal Adjunta de Agricultura e Pesca, todas as três com dois funcionários cada.

Segundo o decreto municipal, a atitude do executivo foi realizada, “considerando a necessidade de zelar pelo erário público e os princípios norteados da Administração Pública, dentro os quais o da legalidade e da moralidade”.

Jornalista: Tathiana Campolina

Foto: Prefeitura Municipal de Macaé

 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário